O contágio da sinusite é comum durante o inverno e pode acontecer na escola.  Nas crianças, a doença causa coriza, mau hálito e dor de cabeça. A doença é comum após uma infecção respiratória ou resfriado. Pesquisas estimam que quase 10% das crianças com resfriado podem apresentá-la.

Sinusite atacada no inverno? Saiba como prevenir a doença nas crianças
Sinusites podem ser mais fáceis de tratar entre as crianças. Foto: Pixabay

A sinusite em crianças pode ser aguda ou crônica. Para saber se a doença será crônica é preciso avaliar se os sintomas duram mais de três meses.

De acordo com o otorrinolaringologista do Hospital IPO Fabiano Trotta, a sinusite é uma das infecções mais frequentes, principalmente em locais de clima temperado como é o caso de Curitiba.

“Não há faixa-etária definida. Pode acontecer tanto com crianças pequenas quanto com adultos. Mas, via de regra, no caso das crianças, é mais leve e mais fácil de tratar. Elas precisam do antibiótico com menor frequência”, diz

Segundo o especialista, quando a sinusite se estende entre sete e dez dias há a suspeita de que é uma doença do tipo bacteriana. “O início do quadro normalmente é de uma virose, faringite, crise alérgica, que acaba desequilibrando o nariz. O que dá oportunidade para haja evolução para sinusite bacteriana”.

Cuidados especiais

Para prevenir a doença, Fabiano recomenda que a criança se isole por alguns dias. Além disso, é importante manter o tratamento da rinite alérgica em dia e fazer lavagem nasal com soro fisiológico.

“Se houver suspeita de alguma complicação, se a criança estiver com febre ou se o quadro estiver perdurando vale à pena procurar um médico”, conclui

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Sinusite atacada no inverno? Saiba como prevenir a doença nas crianças

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.