image-1

O ditado “errar é humano” pode aliviar a consciência de muitos, no entanto, para um empreendedor, a situação torna-se consideravelmente mais desafiadora. Uma escolha equivocada pode ter repercussões significativas, afetando não apenas a vida do próprio empreendedor, mas também a de diversas outras pessoas. Sempre há o risco de resultar em desemprego ou, até mesmo, no colapso do empreendimento.

Recentemente, uma pesquisa realizada pelo Sebrae alertou que cerca de 29% das empresas fecham em até dois anos por dificuldades no momento de empreender. Ou seja, os gestores, na hora de tomar uma decisão importante para a empresa, fazem uma escolha errada, o que desencadeia uma série de dificuldades, a ponto de falir um quarto dos empreendedores do Brasil anualmente.

Assim, para prevenir a tomada de decisões prejudiciais ao seu empreendimento, é essencial não apenas contar com a orientação de profissionais competentes, mas também adquirir o entendimento das ações essenciais para a regularização do negócio. Para facilitar o processo de abertura de uma empresa e evitar complicações futuras, apresentamos algumas dicas que podem ser úteis.

image-2

Pesquise o Mercado

O ponto de partida essencial para todo empreendedor é desenvolver uma compreensão profunda do setor no qual pretende atuar. Nesse sentido, é crucial avaliar quem são os potenciais clientes, definir os perfis desejados para atrair à empresa e verificar se há uma demanda real para os produtos e serviços oferecidos.

Essa análise abrange também o conhecimento do comportamento do consumidor e a compreensão das influências que fatores como a tecnologia podem exercer no mercado. Portanto, ter uma compreensão sólida do consumidor pode posicionar o empreendedor de maneira vantajosa em situações de tomada de decisão, independentemente da natureza de seu empreendimento, que pode ser uma loja física, uma startup como a NetBet Brazil foi em 2018 no país ou um aplicativo de mobilidade, como Uber e 99, é sempre importante saber ouvir e entender o consumidor.

Faça Investimentos em Marketing

A era em que investir em marketing era exclusividade das grandes empresas ficou para trás. Atualmente, com a presença da internet, qualquer empreendimento pode ter sua presença online, seja por meio de um site próprio ou pela promoção de ações nas redes sociais como estratégia de divulgação. Até mesmo existem empresas especializadas em oferecer serviços de marketing voltados para pequenos e médios negócios.

Essa realidade também representa uma excelente oportunidade para estabelecer um relacionamento mais próximo com os clientes, abordando-os de maneira humanizada e empática. Utilizar recursos como site, blogs e redes sociais é uma forma eficaz de demonstrar presença e engajamento, mostrando-se disposto a auxiliar e atento às necessidades do público, oferecendo facilidades e condições que incentivem a continuidade das compras.

Se Planeje Bem Financeiramente

No início todo negócio possui gastos e despesas que, em geral, não são cobertos pelo caixa. Vai levar um tempo até que seu negócio se consolide e passe a ter uma boa quantidade de clientes. Seja um comércio, seja um projeto a longo prazo, como no desenvolvimento de um jogo. Até lá, é interessante contar com um bom capital de giro e um planejamento financeiro estratégico.

Contrate uma boa contabilidade (independente)

A presença de um setor contábil é fundamental para o funcionamento de qualquer empresa. Essa área desempenha o papel crucial de gerar informações essenciais, garantindo que a empresa esteja em conformidade com as obrigações perante os órgãos públicos. Além disso, é responsável pelo cálculo e acompanhamento dos impostos e tributos a serem pagos pela empresa, bem como pela análise da situação contábil e pela geração de informações vitais para a gestão empresarial.

Elabore com cuidado o contrato social da sua empresa

Para garantir o funcionamento de qualquer empresa, é essencial a elaboração de um contrato social, documento que detalha os aspectos práticos de sua operação. Elementos essenciais a serem abordados incluem informações como nome, endereço e atividade da empresa, o capital social investido (seja em valor monetário ou bens), a dinâmica da relação entre os sócios e a forma como a divisão dos lucros ocorre. É crucial destacar que qualquer alteração no contrato demanda a necessidade de reestruturação nas inscrições federal, estadual e municipal, bem como nas licenças pertinentes.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Quais dicas seguir na hora de abrir seu próprio empreendimento?

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.