A Justiça da França condenou o Hospital Universitário de Nantes, localizado na cidade de Nantes, a pagar 61 mil euros (o equivalente a R$ 336 mil) a um paciente que teve o pênis removido em uma série de cirurgias desnecessárias. O tribunal francês considerou que o hospital teve total responsabilidade pelo ocorrido.

Foto: Pitiphothivichit, Istock

O homem, que não teve o nome divulgado para preservar sua identidade, foi diagnosticado erroneamente com carcinoma avançando no órgão genital em 2014, aos 30 anos. A doença é caracterizada por um tipo de câncer maligno que se origina nos tecidos epiteliais do pênis.

Ele foi submetido a uma série de cirurgias entre os anos de 2014 e 2017 para tratar a doença que não tinha, até ter o pênis completamente removido.

Para ler a matéria completa do Portal Metrópoles, parceiro da Banda B, clique aqui

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Homem com pênis retirado após erro médico ganha indenização

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.