Uma mãe britânica ficou furiosa com o recado que recebeu da escola de seu filho. Izzy Montague, de 38 anos, escutou da diretora da Escola Primária Heavers Farm, localizada em South Norwood, na Inglaterra, que haveria uma parada do orgulho LGBT e que todas as crianças da instituição deveriam participar.

Foto: Pixabay

Segundo ela, a presença dos alunos era obrigatória. Izzy foi informada por uma carta que a escola do filho iria promover uma marcha do orgulho LGBT e que todos os pais estavam convidados para participar do evento. 

Uma semana depois, a mãe falou com os responsáveis da escola para que seu filho fosse dispensado.

Para ler a matéria completa do Portal Metrópoles, parceiro da Banda B, clique aqui

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Mãe processa escola por obrigar filho de 4 anos a ir em parada LGBT

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.