Ouça a matéria:

Assim como nós sentimos luto ao perder algum ente querido ou um pet, os cães também sentem a perda de um humano próximo ou companheiro animal. O médico veterinário Victor Tavares explica que esse sentimento de luto pode se manifestar de diversas formas, como a mudança de apetite (tanto para mais quanto para menos), alteração do sono (dormir muito ou pouco), pode ficar mais quietinho e apático ou ficar mais agitado e agressivo.

Cada indivíduo vai demonstrar de uma forma diferente, mas é comum ver essas mudanças comportamentais. O tutor precisa observar para saber de que forma abrandar o sofrimento que o pet está passando.

O Dr. Tavares recomenda alguns tipos de suportes, que podem ser dos mais variados: dar muito amor para o cão; respeitar o momento dele caso não queria ficar muito e prefira ficar afastado; manter a rotina de alimentação, passeio e sono; incentivar exercícios físicos, então o leve para creches caninas, praças ou demais locais que ele possa interagir com outros cães.

É importante que o pet se sinta com a vida preenchida, tentar preencher aquele falta que ele tem. Então, o tutor precisa de paciência nesse momento, não forçar nada, não brigar pelos comportamentos que mudaram por causa do luto

pontua o veterinário

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Cães também sentem luto e podem ter mudanças comportamentais; saiba como ajudar

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.