Faltam apenas 72 horas para a data mais romântica do ano. Mesmo assim, muitos brasileiros costumam deixar para comprar o presente de Dia dos Namorados na última hora.

Contudo, a data inclusive, é ótima oportunidade para que golpistas que utilizam sites falsos e outros mecanismos roubem dados bancários das vítimas em busca de presentes.

Data mais romântica do ano! Confira cinco dicas do Procon-PR para não cair em golpes nas compras online
Foto: Agência Brasil

Os golpes são comuns em datas movimentadas no comércio.

Por isso, a Banda B procurou a Diretora do Procon-PR, Claudia Silvano, que deu cinco dicas valiosas para que os consumidores evitem dores de cabeça na hora das compras.

Cuidado onde compra

A primeira dica de Claudia é para que o consumidor fique de olho onde vai comprar o presente. A recomendação é de não clicar em qualquer link ou site desconhecido.

Normalmente, as lojas falsas costumam vender produtos muito abaixo da média do mercado.

“As condições de pagamento são mais convenientes. Eventualmente também a loja é verdadeira e o site não entrega”, diz.

Faça pesquisas frequentes

A segunda recomendação é para que o consumidor faça pesquisas pelos produtos que deseja. Ele deve fazer comparações nos preços do comércio online e offline. O objetivo? Buscar as melhores condições de pagamento.

Pechinchar sempre!

Claudia destaca que o consumidor precisa se acostumar a pedir descontos pelos produtos que quer adquirir. A busca por esse “respiro no bolso” é ainda mais importante em tempos de crise e de aumento nos preços de muitos produtos.

“As pessoas tem vergonha de pechinchar. Vou pagar em dinheiro quanto tem de desconto. Cartão quanto tem de desconto.

Possibilidade de troca

A especialista afirma que na hora de fazer compras é importante que o consumidor verifique se o produto pode ser trocado.

“Como é presente, as vezes não serve, a cor não gostam, fica grande ou pequeno. Verificar quais são as condições de troca. É importante que o produto seja devolvido com a embalagem, mas isso tem que ser tratado antes nunca depois da compra”

Pedir nota fiscal

A quinta dica de Claudia é para que o consumidor sempre peça nota fiscal do produto. Esse documento possibilita com que o consumidor reclame se houver qualquer problema. “Então não dá para não pedir nota fiscal”.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Data mais romântica do ano! Confira cinco dicas do Procon-PR para não cair em golpes nas compras online

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.