Por Juliano Cunha 

Thiago Marques é o idealizador do novo autódromo. (Reprodução/Facebook)Thiago Marques é o idealizador do novo autódromo. (Reprodução/Facebook)

O piloto e empresário Thiago Marques participou do programa Acelera Banda B deste domingo e tornou mais profunda a discussão sobre a construção de um autódromo na região metropolitana de Curitiba. De tradicional família de automobilistas, ele é hoje o responsável pelo projeto, que pode apresentar novidades no mês de março. Durante a entrevista, Marques trouxe detalhes sobre o espaço que pretende construir, o que classificou de um espaço multiuso.

O desenho da pista traz as principais curvas, ou as favoritas de pilotos, de autódromos do mundo. O projeto prevê também a possibilidade de três traçados, sendo o principal, com mais de 4.000 metros, outro traçado menor com 2.700 metros e um circuito oval. Além dessas possibilidades, a reta oposta poderia ser utilizada para provas de Arrancada. O desenho, ou ideia inicial, ainda aponta uma pista de kart e uma pista de motocross no miolo do circuito.

Marques explicou que caso seja escolhido a pista oval, seria de uma dimensão bem maior das que existe nos Estados Unidos. “São seis possibilidades de traçado em uma só pista que pode variar de 2.700 metros até quatro mil metros e pode ser até mesmo um oval de 1.600 metros. Seria um oval grande para os padrões, porque a gente vê a Nascar com 40 pilotos correndo em uma pista de 600 metros. É uma pista interessante, escolhemos as principais curvas das pistas de todo o mundo”, comentou.

Contando com o apoio de vários pilotos, entre eles Luciano Burti, Marques trouxe muitos detalhes sobre o projeto, mas ainda precisa de algumas definições que devem ser anunciadas em entrevista já no próximo mês. Ele garante que antes do fechamento oficial do Autódromo Internacional de Curitiba ele já terá um grande avanço sobre o andamento do projeto.