Depois de uma péssima partida e derrota em casa para o Guarani, no último sábado, o PARANÁ CLUBE voltou a campo nesta terça feira contra o Náutico em Recife.

O futebol apresentado foi tão ruim, quanto o de sábado, com a diferença que desta vez, a vitória nos sorriu ao final da partida.

Mas o triunfo não apaga a principal preocupação da torcida paranista: por que sumiu a alegria de jogar, vista até o jogo contra o Galo pela Copa do Brasil??????

Claro que perdemos jogadores importantes, como Alex Santana que foi embora e Renatinho e Léo, que estão contundidos. Mas o jeito de ver o time em campo é outro.

Vejam Guilherme Biteco jogando. Por mais que conviva com uma tendinite que tem lhe incomodado, nada justifica a falta de alegria em seu futebol, tão característico dele nos gramados.

Robson, então é o maior exemplo de que algo não está bem. Domina a bola e de onde está tenta arrematar a gol ou fazer uma jogada individual, na maioria das vezes sem resultado algum. É clara a irritabilidade dos outros atletas em campo com o “Fominha da Vila”.

De esperançoso pelo bom início de ano, o Torcedor Paranista passou a chave para “super desconfiado”, que será mais, do mesmo visto nos últimos 10 anos.

Já foram sete jogos e poucos pontos.

Temos 31 jogos para vermos as vitórias e alegrias vistas em campo no início do ano.

Se Cristian de Souza é capaz de conseguir isso? Poucos acreditam!

__________________________________________________________

Nasci no PARANÁ!!! Moro no PARANÁ!!! Torço pelo PARANÁ!!!

Sergio Bello.