Foto: Soldado Adilson Voinaski Afonso

A Polícia Militar reuniu representantes de órgãos de segurança pública, representantes de clubes e de torcidas para definir ações do esquema de segurança do Athletiba deste domingo (15/03), às 16 horas, no estádio Major Antônio Couto Pereira.

A PM fará a escolta das torcidas organizadas e terá todas as unidades da capital no esquema de segurança aos torcedores e moradores. “O objetivo foi fazer os combinados para que não tenhamos problemas no dia do jogo”, destacou o Subcomandante do 12º Batalhão, major Paulo Roberto.

Na reunião, ficou acordado que o policiamento ostensivo na cidade se iniciará a partir de 13h30 de domingo, mesmo horário em que ocorrerá a abertura dos portões do Couto Pereira. Com relação às torcidas organizadas, a torcida do Athlético Paranaense utilizará o transporte coletivo durante a manhã, até as 13 horas, ao passo que os torcedores do Coritiba farão os deslocamentos de ônibus a partir de 13h30. Para a torcida athleticana, a entrada de acessórios, camisetas, bandeiras e instrumentos musicais ainda depende do acerto com o Coritiba.

O policiamento ostensivo da Polícia Militar será composto por frações de tropas de todas as unidades do 1º Comando Regional da PM (1º CRPM). O trabalho envolverá as equipes de Rondas Ostensivas Tático Móvel (Rotam) e de Rondas Ostensivas com Aplicação de Motocicletas (Rocam) dos batalhões. O Regimento de Polícia Montada (RPMon) disponibilizará equipes hipomóveis para dar apoio às equipes no entorno do Couto Pereira.

Nos acessos ao estádio, o Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran) estará em pontos fixo nos cruzamentos para desviar o fluxo de veículos para que o acesso dos torcedores a pé seja mais seguro.

O helicóptero do Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA) fará o patrulhamento aéreo em suporte à coordenação de policiamento do jogo. A aeronave acompanhará o deslocamento das torcidas organizadas e terá condições de fornecer informações privilegiadas sobre a movimentação dos torcedores para que o policiamento em terra possa se adiantar e agir antes que ocorram transtornos.

Neste jogo, uma novidade será a atuação do Esquadrão de Eventos, do 1º CRPM. As equipes policiais serão dispostas dentro e fora do estádio para garantir a segurança das torcidas e dar apoio para evitar tumultos e confrontos.

Em complemento ao trabalho ostensivo da Polícia Militar, a Polícia Civil terá uma equipe da Delegacia Móvel de Atendimento a Futebol e Eventos (Demafe) com o Juizado Especial Criminal (Jecrim) dentro do estádio para fazer os encaminhamentos legais nos casos de menor potencial ofensivo. Assim, as prisões e apreensões que ocorrerem serão encaminhados ao posto do Jecrim, para depois ocorrerem os demais procedimentos legais cabíveis a cada caso.

“Estaremos de prontidão para receber os casos recebidos pela Polícia Militar e pela Guarda Municipal. Vai ser um trabalho coordenado para oferecer uma segurança de qualidade para a população”, disse o investigador Carlos de Oliveira da Velha Neto.

EXPECTATIVA – “Para nós é muito importante essa reunião. Se o planejamento for seguido vai evitar bastante problema no dia do jogo e esperamos que o torcedor vá ao estádio na intenção de somente se divertir mesmo e participar da festa, sem causar nenhum tipo de confusão”, afirmou o presidente da torcida organizada Império Alviverde, Juliano N. Rodrigues.

Para o diretor da torcida organizada Fanáticos, Rafael Reis, a reunião foi importante para ajustar horários dos deslocamentos das torcidas. “Foi muito produtiva, deixamos acordado aqui 13 horas a torcida athleticana sai da Arena da Baixada com escolta policial, tudo combinado e alinhado”, destacou.

PRESENÇAS – Estiveram na reunião representantes dos setores de planejamento do 13º, 20º, 12º e do Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran), do Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA), Guarda Municipal, Setran e Secretaria do Urbanismo de Curitiba, da Polícia Civil, da Federação Paranaense de Futebol, líderes das torcidas organizadas e representantes do Coritiba e do Athletico Paranaense.