No julgamento realizado pelo Tribunal de Justiça Desportiva do Paraná (TJD-PR) na noite de ontem (27), o técnico paranista Toninho Cecílio e o volante Ricardo Conceição foram absolvidos por unanimidade pela expulsão contra o Londrina. O zagueiro Dirceu e o volante Bruno, do Tubarão, também não receberam punições.

Toninho foi enquadrado no artigo 258do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), por“assumir qualquer conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva”, e poderia pegar até seis jogos de suspensão. Apesar de absolvido, o treinadorainda será julgado pelas expulsões contra Operário e J.Malucelli. Nos julgamentos seguintes, por ser reincidente, a chance de ser punido aumenta.

Ricardo Conceição foi julgado por“praticar jogada violenta”, baseado no artigo 254 do CBJD, por parar um contra-ataque e ser expulso contra o Londrina. Mesmo sem ter recebido punição, o volante não enfrenta o Paranavaí no próximo domingo (3) devido a uma entorse no tornozelo esquerdo.

Os jogadores londrinenses Dirceu e Bruno também foram julgados por “praticar jogada violenta”. Dirceu foi absolvido por unanimidade e Bruno recebeu um voto para receber suspensão de uma partida.