Felipe Gil chegou ao Paraná com o objetivo de manter a equipe na Série B. (Luiz Ferraz/Banda B)

Em entrevista exclusiva à rádio Banda B, o executivo de futebol do Paraná Clube, Felipe Gil, analisou o atual momento do Tricolor e declarou que a escolha de Márcio Coelho tem sido eficaz e da maneira imaginada pela gestão da equipe.

“É um profissional que eu conheço já a bastante tempo, desde a época de base do Figueirense e o ano passado no time principal. É um profissional que trabalha muito essa parte mental, tem um conhecimento técnico, tático e de Série B muito grande. Isso faz com que os atletas se sintam um pouco mais confiantes, para que a gente consiga o resultado”, destacou Felipe Gil.

Mas o dirigente ressalta que é preciso ter foco nos próximos confrontos, pois o Paraná ainda precisa vencer e somar pontos para se garantir na Série B. “Tudo o que a gente fez até agora, principalmente no último jogo, já passou. Agora a gente tem que tentar unir cada vez mais forças e tentar estar sempre concentrado, para a gente conseguir essa vitória nesse jogo de amanhã”, disse.

Análise da trajetória até aqui

São menos de um mês a frente da equipe paranista, mas Felipe Gil trouxe antes do fechamento da janela o goleiro Renan, que vem sendo um dos atores principais nos bons resultados do Paraná Clube, inclusive pegando dois pênaltis em um jogo só, além do atacante Andrew, que também foi bem utilizado, até mesmo adaptado na lateral e tem mostrado um bom futebol.

“Não tem 40 dias que estou aqui, lógico que a gente sabia da dificuldade que ia ser. Mas o que eu comentei quando eu recebi a ligação do presidente é que um convite do Paraná não tinha como recusar. Mesmo sabendo da dificuldade e sabendo que a gente não ia conseguir trazer nenhum atleta. Uma coisa que eu sempre tenho falado para os atletas e para a comissão desde que eu cheguei, que o Paraná é muito maior que todos nós e que a gente vai fazer de tudo para que o Paraná permaneça no mínimo onde nós o pegamos”, afirmou.

Torcida Paranista

Sobre o contato com a torcida, que pela primeira vez nesta pandemia foi liberada a entrar na área externa da Vila Capanema para festejar a vitória, mesmo que de longe com os jogadores, Felipe Gil contou que “sei da força e da força como eles impulsionam a equipe dentro de campo. Infelizmente eles não vão poder estar do nosso lado, devido a todos estes problemas que seguimos enfrentando até hoje, mas eu espero que sigam acreditando e apoiando. Muito pelo que os atletas estão entregando dentro de campo, pela forma como eles estão trabalhando”.

Ele concluiu dizendo que “acho que nós temos que acreditar até o final, independente do resultado que vier. A gente precisa estar estas ultimas quatro rodadas cada vez mais fortes, cada vez mais firme e acreditando sempre, porque se a gente não acreditasse, não estaríamos a frente deste processo. O único pedido que eu faço para os torcedores é que sigam acreditando e apoiando, porque é muito bom e muito importante velos na Vila Capanema”.

Paraná Clube tem mais um confronto pela Série B nesta sexta-feira (15), no Castelão às 19h15, quando enfrenta o Sampaio Corrêa, pela 35ª rodada. Caso vença, pode sair da ZR e respirar um pouco aliviado.