“Médio está desesperado com os salários em atraso e quer deixar o clube. Minhotos (Vitória de Guimarães) podem aproveitar-se da situação e vencer este braço-de-ferro. Próxima semana será decisiva”.

Assim começa a matéria do portal português A Bola (www.abola.pt) sobre a possível contratação do atacante Marcelo Toscano pelo Vitória de Guimarães. Segundo o texto, que define o jogador como um “meia criativo”, a insatisfação de Toscano com os salários atrasados no Tricolor está cada vez mais latente e aí estaria a chance do clube lusitano acertar a chegada do atacante.

A matéria refere-se apenas a um entrave na negociação. Segundo A Bola, o Tricolor não aceitou o valor de 400 mil euros (aproximadamente R$ 1,1 milhão) e exige mais dinheiro para liberar seu atacante.

Na última semana, o agente de Toscano, Ruy Gel, já havia revelado o interesse do Vitória de Guimarães no jogador e o interesse do atacante em deixar o Tricolor. No dia seguinte, contudo, a diretoria paranista disse, em entrevista coletiva, que não liberará o jogador caso a proposta não seja satisfatória.