Rogério Micale - Rui SantosRogério Micale é o técnico do Paraná para o segundo turno da Série B. (Rui Santos/Paraná Clube)

O técnico Rogério Micale quer aproveitar o início de sua segunda passagem pelo Paraná para “otimizar as características individuais dos atletas”. Na entrevista de apresentação, o treinador afirmou que vai pegar os pontos positivos do trabalho de Allan Aal e agregar com o seu estilo.

“A gente vai tentar otimizar as características individuais dos atletas. Vamos pegar um bom tanto do trabalho do Allan, porque não dá para mudar radicalmente, mas vamos agregar aquilo que a gente prefere. Uma coisa ou outra a gente vai otimizar as funções dos atletas e deixar eles se sentirem a vontade na posição de preferência. Vamos montar o quebra-cabeça para que a equipe tenha um bom desempenho ofensivo e consiga o resultado positivo já no jogo dentro de casa”, disse o treinador.

Outro ponto que Micale pretende resgatar no Tricolor é a confiança dos jogadores. “Todo elenco tem os prós e os contras. Não que exista uma crítica ao trabalho anterior, porque foi um bom trabalho e teve uma boa arrancada no início. Queremos adquirir confiança novamente e vamos otimizar as características dos atletas. É lógico que a gente não pode fazer tudo isso com três, quatro dias de treinamento e vamos por partes. É dessa forma que a gente pensa em iniciar esse trabalho e o importante agora é ganhar. A nossa margem de erro diminuiu e precisamos ganhar”, comentou.

Briga pelo G4

Com apenas uma vitória nas últimas nove rodadas, o Paraná caiu para a oitava colocação, com 28 pontos, e tem três de desvantagem para o Juventude, quarto colocado, e sete para o América-MG, que está em terceiro. Apesar da distância, o treinador não acredita que a briga é apenas pela última vaga no G4.

“A Série B já mostrou em outros anos que equipes na lanterna brigaram para subir. Posso citar o América-MG que deixou escapar o acesso na última rodada. Na Série B, a oscilação é muito grande e nós vivemos essa oscilação. Precisamos voltar a vencer e pontuar muito mais agora. Não acredito que vamos brigar só pela quarta colocação, porque ainda estamos na metade do campeonato. Vamos pensar jogo a jogo e temos que fazer o nosso dever de casa contra o Confiança. O importante nem é como começa, mas como termina”, declarou Micale.