Jhonny Lucas. (Geraldo Bubniak/AGB)

A pandemia do novo coronavírus paralisou praticamente todos os campeonatos pelo mundo e um deles foi o da Bélgica, onde joga o volante Jhonny Lucas, revelado pelo Paraná. Em entrevista à Banda B, o jogador do Sint-Truidense, da primeira divisão belga, revelou que estava com passagem comprada para retornar ao Brasil, mas teve que ficar na Europa por decisão do presidente de seu clube.

“Foi complicado. Eu já tinha comprado minha passagem para voltar o Brasil, quando tivemos uma reunião no clube e, por decisão do presidente, não poderíamos voltar, porque poderíamos colocar muitas vidas em risco. Foi bem complicado para mim, que estou há bastante tempo aqui, que queria ver a minha família. É o nosso trabalho e a gente tem que fazer o que eles mandaram”, declarou Jhonny Lucas.

O volante vive na pequena cidade de Sint-Truiden, com pouco mais de 40 mil habitantes, e relatou como está a vida durante a quarentena. “Minha cidade está bem tranquila, fechou tudo e só tem mercado e farmácia abertos. Restaurantes só fazem entrega em casa e ninguém pode sair de casa”, disse.

De acordo com o jogador revelado pelo Paraná, a expectativa é que os treinamentos retornem no dia 06 de abril, mas ainda não tem nada definido em relação aos jogos. “A gente ia jogar o playoff 2, como eles falam, e é diferente do Brasil. Teria o último jogo em casa contra o Anderlecht e até ficou ruim porque se a gente ganhasse, teria outra definição. A gente não sabe o que fazer, quando vai voltar. Eles estão prevendo voltar no dia 06 de abril, mas os jogos não falaram nada ainda”, comentou.

Enquanto não retorna aos treinamentos, Jhonny Lucas tem feito exercícios em casa. “Clube passou o treinamento da semana inteira para cada jogador, na parte mais aeróbica, para não voltarmos sem ritmo para os jogos”, falou.