(Rodrigo Sanches/Paraná Clube)

O técnico Allan Aal tem dúvidas para escalar o Paraná Clube para o duelo decisivo da volta das quartas de final do Campeonato Paranaense diante do Coritiba, nesta quinta-feira (23), às 21h, no Estádio Couto Pereira. Precisando de gols para reverter a vantagem do Coxa e conseguir a vaga à semifinal do Estadual, é justamente no setor ofensivo que o treinador pode ter baixas. O meia Renan Bressan ainda será reavaliado para saber se terá condições de jogo.

O camisa 10, ainda no primeiro tempo do clássico Paratiba do último domingo, na Vila Capanema, deixou o gramado com um desconforto muscular. Depois de realizar exames, foi constatado um edema na coxa direita. O jogador segue em tratamento e fará um teste momentos antes da partida.

Por outro lado, o técnico Allan Aal terá novamente à disposição dois jogadores. O meia Thiago Alves, depois de cumprir o segundo jogo de suspensão imposto pelo TJD-PR pela expulsão no duelo contra o Londrina, na primeira fase, está apto para a partida. Quem também está de volta é o meia Michel, recuperado de um desconforto muscular. O atacante Andrey, depois de testar positivo para Covid-19 antes do jogo de domingo, segue em isolamento e fora da partida.

Assim, se Renan Bressan não tiver condições, o meia Thiago Alves deverá entrar na equipe paranista. O jogador pode atuar mais recuado, na armação ou mais a frente. Se jogar como atacante de lado, Michel pode ganhar uma oportunidade. Desta forma, Marcelo ou Raphael Alemão poderiam deixar o time tricolor.

Quem está garantido mesmo no ataque do Paraná é o atacante Gustavo Mosquito. O jogador se destacou no jogo de ida, na Vila Capanema e ganhou elogios do técnico Allan Aal. Assim, o camisa 11 deve ser mais uma vez titular na partida de volta contra o seu ex-clube, no Couto Pereira.

“Ele foi muito bem. Finalizou antes da partida, uma partida contra o Botafogo em que ele entrou muito bem, desequilibrou e nesse jogo contra o Coritiba também. Ele vem se dedicando bastante. Estou conversando em particular com ele, pelo histórico, pela expectativa criada em outros clubes que de repente ele não estava pronto para suportar. Ele está demonstrando maturidade e qualidade técnica e física, que está surpreendendo os adversários”, finalizou o treinador.

Com essas dúvidas no ataque, o restante do time deve ser o mesmo da primeira partida. O provável time paranista para o jogo da volta deve ter: Alisson; Paulo Henrique, Thales, Fabrício e Juninho; Carlos Dias, Kaio e Renan Bressan (Thiago Alves ou Michel); Marcelo (Thiago Alves), Gustavo Mosquito e Raphael Alemão (Thiago Alves).