Andrey estreou como profissional contra o Fluminense (Felipe Dalke/Banda B)

Mesmo com a goleada sofrida pelo Paraná, por 4 a 0, para o Fluminense, a noite da última segunda-feira (08) teve um sabor mais que especial para o atacante Andrey. Com apenas 18 anos, a promessa das categorias de base do clube ganhou a primeira chance como jogador profissional e atuou logo de cara em um dos grandes templos do futebol.

“Estou feliz pela estreia, ainda mais por ser no Maracanã, que é o sonho de toda criança. Estou triste pela derrota, mas acontece. Sofri muito para estar aqui, é uma chance que vou agarrar com todas as minhas forças. O Paraná é um time que me abriu as portas quando mais precisei”, comemorou o jovem atacante em entrevista coletiva.

A oportunidade de atuar no Maracanã contrastou com o difícil início de Andrey, que foi descoberto por um olheiro do Tricolor quando ainda jogava no futebol amador. “Era um momento que eu estava quase desistindo de jogar bola. Era meu último jogo, pela suburbana e eu disse para o meu pai que nunca mais iria jogar. Era bem no dia do meu aniversário, quando cheguei em casa e tive a notícia de que iria fazer um teste no Paraná Clube”, conta.

Contente com a primeira chance entre os profissionais, o jovem atacante comentou sobre o apoio recebido pelo técnico Claudinei Oliveira e projeta brigar para conquistar o seu espaço na equipe. “Ele [Claudinei] conversa muito comigo, sempre me orienta. Agora nessas 10 partidas, espero ter mais chances de estar jogando. Vou buscar meu espaço no time titular”, disse. “É agora que eu tenho que mostrar o que eu quero. Penso no ano que vem, mas vou tentar o meu espaço neste ano ainda”, finalizou.

Assista à entrevista coletiva do atacante Andrey:

Andrey concede entrevista coletiva no CT Ninho da Gralha

Posted by Esporte Banda B on Wednesday, October 10, 2018