Wesley Pionteck não jogará no Paraná por conta de lesão. (Divulgação/Bragantino)

O Paraná desistiu da contratação do atacante Wesley Pionteck, que foi condenado em 2019 e cumpre pena de um ano e quatro meses em regime aberto por agressão a ex-namorada. Segundo informações apuradas pela reportagem da Banda B, o jogador precisaria de pelo menos um mês para se colocar à disposição da comissão técnica.

A informação da negociação de Wesley com o Paraná surgiu no começo da semana e rapidamente gerou uma repercussão negativa por parte da torcida do Paraná. O grupo de torcedoras “Gralhas da Vila” postou uma mensagem criticando a postura do clube.

“Não se pode vestir uma camisa e no minuto seguinte contratar agressor de mulher @ParanaClube. Talvez vocês precisem entender um pouco mais sobre atitudes que de fato mudam esse cenário. Estamos aqui para conversar, inclusive. Para trocar conhecimento. Mas não espere silêncio”, postou as Gralhas da Vila.

Conforme o processo, Wesley causou lesões corporais a então namorada e ainda a ameaçou. O caso aconteceu em janeiro de 2019 e a sentença já transitou em julgado, ou seja, é definitiva. Ele cumpre a pena em regime aberto e o RB Bragantino tem que informar as viagens feitas pelo atleta com o clube.