Por Denise Mello e Antonio Nascimento

O 1º Comando Regional da Polícia Militar do Paraná decidiu na manhã desta terça-feira (11) vetar o estádio Janguito Malucelli – Ecoestádio – para a realização do clássico entre Atlético-PR e Paraná Clube pelas oitavas de final do Campeonato Paranaense neste domingo (16). O principal argumento é a falta de segurança do estádio para receber os torcedores.

ecoestadioEcoestádio está vetado para o clássico – Foto: J. Malucelli

“Basta olhar para o estádio. A capacidade é de 3,1 mil torcedores, número insuficiente para receber um clássico dessa magnitude em uma fase da reta final do campeonato. Temos que ter cuidado com questões relacionadas ao público. Ali há problemas de acesso e também ligadas ao entrono com a proximidade de uma rodovia federal, um shopping, o Parque Barigui. São complicadores que precisamos levar em conta”, afirma o Major Manoel Jorge dos Santos Neto, responsável pela segurança nos jogos na capital.

Segundo o major, nos jogos anteriores, inclusive no campeonato do ano passado, houve um acerto prévio entre os clubes, Polícia Militar e Ministério Público para a realização dos clássicos com segurança, o que não aconteceu agora. “No anão passado foram construídas as arquibancadas tubulares, houve um acerto entre a PM, os clubes, a torcida e o Ministério Público, mas agora isso não ocorreu e precisamos preservar a segurança não só de quem frequenta o estádio como todos os curitibanos que circulam pela cidade”, diz o major.

O mandante do clássico de domingo é o Atlético-PR, que ainda não se pronunciou sobre a decisão da Polícia Militar. “Eles (o Atlético) terão que conversar com a Federação paranaense de Futebol e indicar outro estádio”, concluiu o major da PM.

O clássico, válido pelas quartas de final do Paranaense, estava marcado para domingo, porém, até o momento a Federação Paranaense de Futebol não havia marcado o horário.

Próximos jogos

O major Neto também reforçou que a PM não vai aceitar a realização de dois jogos no próximo domingo na capital. “Já encaminhamos um ofício à Federação Paranaense de Futebol e ao Ministério Público informando que não será possível a realização no mesmo horário no  domingo  do dia 23,  as duas partidas programadas com os três times da capital. Poderíamos ter sérios problemas de segurança”, diz o major Neto.

O major se refere aos jogos de volta das quartas de final. No dia 23 estão programadas as partidas entre Paraná e Atlético,  na Vila, e Coritiba e Rio branco, no Couto Pereira.