Paulo Henrique teve boa atuação contra o Londrina (Vinicius do Prado/Agência F8/Estadão Conteúdo)

O lateral-direito Paulo Henrique tem se tornado um dos principais jogadores do Paraná Clube neste começo de temporada. Recuperado de lesão e agora com uma sequência entre os titulares, o camisa 2 foi um dos destaques do Tricolor no empate em 2×2 diante do Londrina, neste domingo (01), na Vila Capanema. O jogador comemorou o bom momento, mas lamentou o tropeço dentro de casa.

“A gente vem em uma evolução. Me recuperei da lesão. Estou ganhando mais confiança e isso tem a ver com a comissão, que tem me passado essa confiança. Tenho mais a evoluir, feliz pela boa partida, mas infelizmente não conseguimos sair com um bom resultado. Vamos trabalhar para continuar nessa crescente. Não podemos nos acomodar e semana que vem temos mais uma guerra contra o União”, afirmou Paulo Henrique.

O empate diante do Londrina foi ruim para as pretensões do Paraná no Estadual. O Tricolor deixou o G8 pela primeira vez e precisa agora vencer o União, sábado (7), na Vila Capanema, para seguir bem condicionado a chegar nas quartas de final do Campeonato Paranaense. Paulo Henrique afirmou que a partir de agora cada jogo será uma decisão para o time paranista.

“Sabíamos que seria um jogo difícil. O Londrina tem um excelente time. Fizemos os gols, mas também tomamos. Ficamos com um jogador a menos. Complicou, mas o grupo está de parabéns pela entrega. Temos que corrigir os erros. Perder pontos em casa nunca é bom. Cada jogo será uma decisão. Hoje (ontem) era uma decisão. Não ganhamos um pontos, mas perdemos dois. Agora temos que trabalhar, temos mais uma decisão contra o União para buscar os três pontos”, finalizou Paulo Henrique.

O Paraná Clube chegou ao décimo ponto conquistado em nove partidas. Na verdade, só está fora do G8 porque tem uma vitória a menos que o Cascavel CR, que também tem dez pontos. Além do duelo do Tricolor contra o União, a penúltima rodada terá também o confronto direto entre Cascavel CR e Cianorte. Assim, uma vitória basta para o time paranista voltar ao G8 e chegar na última rodada, contra o Toledo, fora de casa, dependendo apenas das suas forças para se classificar.