Jhonny Lucas deverá ser utilizado pelo Paraná na Série B (Geraldo Bubniak/AGB)

O futuro do volante Jhonny Lucas ainda é uma incógnita. Depois de ter a venda dada praticamente como certa na última janela de transferências, o Paraná viu a certeza virar frustração e, por fim, se tornar incerteza. Com o mercado aberto para o futebol europeu somente no meio da temporada, o clube mantém a expectativa de negociar o atleta, mas espera contar com ele para a parte inicial da Série B do Campeonato Brasileiro.

Desde que surgiu como grande promessa, Jhonny Lucas rende uma grande expectativa de um alívio no caixa para o Tricolor, que convive com problemas financeiros nas duas últimas décadas. Notícias de clubes monitorando o volante, rumores de sondagens e ofertas que iriam chegar foram muito comuns na parte final do ano passado e início desta temporada, mas poucas se concretizaram em propostas e nenhuma em definição.

“O que aconteceu de errado é algo que não tenho a noção de dar resposta. Tivemos algumas propostas, foram trabalhadas e até aceitas, mas não foram levadas adiante pelos clubes que as fizeram. O motivo não sei”, explicou o presidente Leonardo Oliveira sobre a situação de mercado. O que se sabe é que o Vasco foi um time fazer proposta por Jhonny, mas as conversas não avançaram.

Enquanto aguarda a abertura da janela de transferências dos países do Velho Continente, que em sua maioria abrem em 1º de julho, o dirigente paranista espera que o volante fique o quanto antes disponível para atuar novamente. “Isso não quer dizer que vai ou não acontecer. Para nós é comemorar que temos um atleta do nível do Jhonny Lucas no elenco e vamos utilizá-lo. Está recuperando a sua condição física e fica à disposição do Matheus [Costa]. É um atleta que tem um potencial muito grande e o clube precisa realizar negócios. A negociação deverá acontecer”, declarou Leonardo.

A cartada mais recente pelo jogador foi a assinatura de contato com o empresário italiano Federico Pastorello, da empresa P & P Sport Management, com a intenção de inserir Jhonny Lucas no mercado europeu já neste meio de ano. No início da temporada, o presidente Leonardo Oliveira esteve por um período na Europa e tentou a negociação do jogador junto ao empresário Jorge Mendes, responsável pela carreira de estrelas como Cristiano Ronaldo, Miranda e Diego Costa, mas as conversas intermediadas pelo famoso agente com o Sporting Braga, de Portugal, não vingaram.