Fabrício é um dos principais nomes do sistema defensivo do Paraná. (Geraldo Bubniak/AGB)

Se por um lado tem a sétima pior média de gols marcados dentre os clubes da Série B do Campeonato Brasileiro, o Paraná Clube tem um dos melhores desempenhos defensivos da segunda divisão até agora na temporada de 2020. Com apenas 11 gols sofridos em 14 partidas, o Tricolor tem média de 0,78 gols por jogo e, assim, a sexta melhor defesa dentre os times da segundona.

O Paraná Clube sofreu três gols nos três jogos que fez pela Copa do Brasil. Já no Campeonato Brasileiro, foram apenas oito gols tomados em 11 partidas. Não a toa, o Tricolor fechou também a primeira fase da competição estadual com a melhor defesa do torneio.

O sistema defensivo, inclusive, foi o setor que teve menos mudanças promovidas pelo técnico Allan Aal até agora na temporada de 2020. O goleiro Alisson, o lateral-direito Paulo Henrique, os zagueiros Thales e Fabrício e o lateral-esquerdo Juninho são os titulares absolutos da defesa do Tricolor.

A lateral-direita foi a posição com mais rotatividade. No início do ano, quando Paulo Henrique estava machucado, Rafael França e o volante Bruno, improvisado, atuaram na posição. Também na defesa atuaram os goleiros Marcos e Filipe Santos, o lateral-esquerdo Hulk, além dos zagueiros Everson e Fernando Timbó. Os últimos sempre quando o técnico Allan Aal optou por usar times reservas quando priorizou a disputa da Copa do Brasil.

Top 10

Além do Paraná Clube, que tem a sexta melhor defesa dentre os clubes da Série B, também aparecem como destaque na frente do Tricolor o Figueirense, com média de 0,5 gols por jogo. Na sequência estão Confiança (0,52), Chapecoense (0,54), Cuiabá (0,55) e América-MG (0,58).

Na rabeira

Dentre os piores aproveitamentos defensivos aparece um dos times que é candidato ao acesso à primeira divisão. O Cruzeiro tem a quarta pior média com 1,25 gols por jogo. Depois aparece a Ponte Preta, com média de 1,30 gols por jogo. Na sequência, o Oeste, com 1,83 e por último o Botafogo-SP, que sofreu 21 gols em 10 jogos e tem média de mais de dois gols tomados por partida.

Confira a lista completa

Figueirense – 6 gols em 12 jogos – Média de 0,5
Confiança – 9 gols em 17 jogos – Média 0,52
Chapecoense – 6 gols em 11 jogos – Média 0,54
Cuiabá – 5 gols em 9 jogos – Média 0,55
América-MG – 7 gols em 12 jogos – Média 0,58
Paraná Clube – 11 gols em 14 jogos – Média 0,78
Avaí – 8 gols em 10 jogos – Média de 0,80
Vitória – 15 gols em 17 jogos – Média de 0,88
Guarani – 9 gols em 10 jogos – Média de 0,90
Operário – 12 gols em 13 jogos – Média de 0,92
CRB – 16 gols em 17 jogos – Média de 0,94
Sampaio Corrêa – 8 gols em 8 jogos – Média de 1
Brasil de Pelotas – 11 gols em 11 jogos – Média de 1
Juventude – 11 gols em 11 jogos – Média de 1
Náutico – 20 gols em 19 jogos – Média de 1,05
CSA – 15 gols em 13 jogos – Média de 1,15
Cruzeiro – 15 gols em 12 jogos – Média de 1,25
Ponte Preta – 17 gols em 13 jogos – Média de 1,30
Oeste – 22 gols em 12 jogos – Média de 1,83
Botafogo-SP – 21 gols em 10 jogos – Média de 2,10