Caio Henrique era um dos jogadores afastados do elenco do Paraná. (Felipe Dalke/Banda B)

Um dos três jogadores afastados, o meia Caio Henrique voltou a participar dos treinamentos do Paraná visando a partida contra o América-MG, no próximo sábado (10), às 17h, em Belo Horizonte. Junto dele, o clube também reintegrará o atacante Carlos, que foi liberado da atividade desta quarta-feira (07) para resolver assuntos particulares. Já o zagueiro Cléber Reis segue treinando no contraturno.

Caio Henrique chegou por empréstimo do Atlético de Madrid após indicação do então técnico Rogério Micale. O meia disputou 27 partidas no Campeonato Brasileiro, sendo 22 delas como titular. Porém, ele perdeu espaço no elenco e não joga desde o dia 08 de outubro, quando o Tricolor foi goleado por 4 a 0 pelo Fluminense.

Por conta de suas atuações, o atleta era um dos mais criticados pela torcida. No jogo contra o Santos, em 09 de setembro, Caio Henrique foi vaiado pelos torcedores na Vila Capanema desde o momento que o treinador Claudinei Oliveira o chamou para entrar em campo.

Já o atacante Carlos, de 23 anos, chegou por empréstimo do Atlético-MG como a grande esperança de gols para o time no Brasileirão. No entanto, em 19 partidas, ele balançou as redes somente uma vez, no empate em 1 a 1 com a Chapecoense, no dia 7 de maio, pela  4ª rodada da competição. O jogador não atua desde a partida contra o Vasco, no dia 1º de outubro, quando entrou no segundo tempo.