Tricolor foi derrotado na Arena Castelão (Divulgação/Ceará SC)

Em ‘fim de feira’, o Paraná ficou na bronca com pênalti não marcado nos minutos finais e foi derrotado pelo Ceará, que ainda briga contra o descenso, por 1 a 0, na noite desta quinta-feira (22), na Arena Castelão. Com o resultado, o time do técnico Lisca respira mais aliviado no Brasileirão, enquanto o Tricolor confirma a pior campanha como visitante da competição.

Um pênalti lá, outro não marcado cá. Assim resume a noite em Fortaleza. O árbitro Luiz Flávio de Oliveira marcou penalidade no primeiro tempo em toque no braço de Jesiel e ignorou outro nos minutos finais em toque do zagueiro Luiz Otávio, do Vozão. A decisão do juiz deixou bastante revoltados os jogadores e comissão técnica dos visitantes, que reclamaram bastante na saída do gramado.

O Paraná volta a campo na próxima segunda-feira (26), em mais um jogo fora de casa, desta vez contra o Botafogo, às 20h, no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro, em compromisso válido pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O jogo

Com casa cheia, o Ceará se impôs desde o início e foi melhor durante a primeira etapa. Tirando dois lances isolados em que o Tricolor chegou com perigo, ambas nos pés de Juninho, só deu Vozão em campo. Arthur Cabral e Calyson, duas vezes, tiveram boas chances e pararam em ótimas defesas do goleiro Richard.

Mas foi na bola parada que o Alvinegro abriu o placar no Castelão. Aos 31 minutos, a bola bateu no braço de Jesiel dentro da área após cruzamento da esquerda. O árbitro marcou pênalti, que Juninho cobrou bem, deslocou o arqueiro paranista e abriu o placar.

Na volta do intervalo, o Tricolor criou a primeira chance do segundo tempo, já no primeiro minuto, em cabeceio de Felipe Augusto por cima do gol. Depois disso, o Paraná não criou mais nenhuma vez e não forçou Éverson a trabalhar.

O Ceará também não levou perigo suficiente para ampliar o placar. As melhores chances foram em cruzamentos na área, mas as cabeçadas de Luiz Otávio e Felipe Azevedo se perderam pela linha de fundo. Nos minutos finais, ainda teve tempo para os jogadores paranistas reclamarem da arbitragem de um pênalti não marcado.

FICHA TÉCNICA
CEARÁ 1X0 PARANÁ

Local: Arena Castelão, Fortaleza (CE).
Data: Quinta-feira, 22 de novembro de 2018.
Horário: 21h (de Brasília).
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (Fifa-SP).
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho (Fifa-SP) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (Fifa-SP).
Público e renda: 48.077 pagantes | 48.824 total | R$ 541.183,00

Ceará: Éverson; Samuel Xavier, Tiago Alves, Luiz Otávio e Felipe Jonatan; Edinho, Juninho e Ricardinho; Calyson (Jown Cardona), Arthur Cabral (Ricardo Bueno) e Leandro Carvalho (Felipe Azevedo).
Técnico: Lisca.

Paraná: Richard; Wesley Dias, Jesiel, Renê Santos (Charles) e Igor; Leandro Vilela, Alex Santana e Jhonny Lucas (Alesson); Juninho (Keslley), Andrey e Felipe Augusto.
Técnico: Dado Cavalcanti.

Gol: Juninho (CEA) [de pênalti] aos 32′ do primeiro tempo.
Cartões amarelos: Luiz Otávio e Calyson (CEA); Alesson (PRC).