Time do técnico Luciano Simm (dir.) ficou no empate (Divulgação/Paraná)

Em um jogo de muita reclamação com a arbitragem por um pênalti não marcado no fim, o Paraná ficou no empate com o Santo André, em 1 a 1, na noite desta segunda-feira (07), no Estádio do Canindé, e viu a sua situação se complicar na Copa São Paulo de Futebol Júnior. Com um ponto somado, o Tricolor vai para a última rodada precisando vencer e ainda torcer por uma combinação de resultados para avançar à segunda fase da competição.

Depois de um primeiro tempo fraco, o placar só foi aberto na segunda etapa de partida. Aos cinco minutos, em rápido contra-ataque, Samuel Amaral marcou para o Santo André. O empate veio logo em seguida. Aos dez, Raimar fez boa jogada pelo lado esquerdo e cruzou para Lucas Sene deixar tudo igual.

O Tricolor ficou na bronca nos minutos finais do jogo. Aos 46, Warley marcou o gol da virada, mas a arbitragem assinalou impedimento. Logo em seguida, em cruzamento na área, o defensor do Santo André desviou com o braço e o árbitro nada marcou, gerando revolta nos jogadores e comissão técnica paranistas, que pediram a marcação de uma penalidade máxima.

Com o resultado, o Paraná agora vai para o tudo ou nada contra a Portuguesa, na próxima quinta-feira (10), às 17h15, no Estádio do Canindé.