NÁUTICO X PARANÁ – Erick jogador do Náutico comemora seu gol durante partida contra o Paraná Clube no estádio Aflitos pelo campeonato Brasileiro B 2020. 08/01/2021 – Foto: PAULO PAIVA/AGIF – AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/AGIF – AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO

Paraná Clube começa vencendo, toma a virada e é derrotado pelo Náutico por 2 a 1 nos Aflitos, em jogo válido pela 33ª rodada. Com gols de Kieza e Erick, para o Timbu e Hurtado para o Tricolor o resultado salvou o time de Recife da ZR, mas complicou a situação da equipe paranista na Série B. Com 33 pontos, o Paraná é o 18º colocado e fica a quatro pontos do Vitória, primeiro time fora da ZR, já o Náutico soma 38 pontos e sobe para a 15ª posição, deixando a zona.

Situação pode ficar ainda pior caso o Figueirense vença o CSA nesta noite. Próximo adversário do Paraná será o CSA, na terça feira (12), às 19h15, na Vila Capanema.

O jogo

Início da partida foi de times se estudando e com a bola presa no meio de campo. Na bola parada, o Paraná Clube vinha chegando, primeiro com Bressan em uma cobrança de falta aos dois minutos de jogo. Depois, em uma jogada de falta cobrada por Fabrício, que acabou sendo mandada direto pela linha de fundo.

Mas a insistência Tricolor nas jogadas paradas trouxe à cobrança de Renan Bressan aos 16 minutos, o camisa 10 bateu e lançou para a área, por trás da zaga, Hurtado chegou com o pé lá no alto e mandou a bola de primeira para o fundo das redes. Com o placar aberto a favor do Paraná Clube, a confiança da equipe aumentou.

Só que aos 31, Philipe Maia faz falta em cima de Kieza, e o árbitro marca a penalidade. O zagueiro leva um cartão amarelo e o próprio camisa 9 do Náutico vai para a cobrança. Em um chute baixo no canto direto, Renan acertou o lado, pulou na bola e defendeu a cobrança, garantindo a vantagem no placar Tricolor.

Em mais uma falha de Philipe Maia, Andrey perde a bola e o Náutico recuperou a posse, na jogada com Kieza, o atacante recebeu na meia direita, invadiu a área, limpou a zaga, bateu certeiro no ângulo, sem chances de defesa de Renan, empatando a partida nos Aflitos.

No segundo tempo, em disparada Kieza colocou a bola na frente, deixou Fabrício para trás e na hora de finalizar se chocou com o goleiro Renan. O árbitro marcou a penalidade máxima e Jean Carlos foi para a cobrança, bateu forte a meia altura, Renan já ia caindo, mas esticou a mão direita e defendeu.

Com o empate garantido, a pressão era toda do Timbu, até que pela esquerda, Vinicius subiu e fez o cruzamento para Erick que bateu forte e virou o jogo em Recife. Depois de tomar o gol, a correria começou e o Tricolor tentava ser mais ofensivo.

Sem conseguir mudar o resultado, o Paraná Clube sofreu e tomou a virada, placar que garantiu a saída da zona de rebaixamento para o Náutico e complicou ainda mais a situação do Tricolor na Série B.

FICHA TÉCNICA
NÁUTICO 2X1 PARANÁ CLUBE
Data: sexta-feira, 8 de janeiro.
Local: Estádio dos Aflitos, em Recife (PE)
Horário: 19h15
Árbitro: Alison Sidnei Furtado (TO)
Auxiliares: Fábio Pereira (TO) e Fernando Gomes da Silva (TO)

Náutico: Anderson; Bryan, Carlão, Camutanga e Igor Miranda (Renan Foguinho); Rhaldney, Marcelo Trindade (Jhonnatan) e Jean Carlos; Vinícius (Marcos Vinicius), Erick (Jorge Henrique) e Kieza.

Técnico: Marcelo Rocha

Paraná Clube: Renan; Andrew, Philipe Maia, Fabrício e Hurtado (Juninho); Higor Meritão, Gabriel Pires (Biteco), Renan Bressan, Thiago Alves (Gabriel Kazu) e Andrey (Jean Victor); Bruno Lopes (Bruno Gomes).

Técnico: Márcio Coelho

Cartões Amarelos: Philipe Maia, Gabriel Pires, Hurtado e Renan (PRC); Bryan, Erick e Rhaldney (NAU)

Gol: Hurtado (PRC); Kieza e Erick (NAU)