Paraná retoma as atividades em casa. (Divulgação)

Depois dos 30 dias de férias, os jogadores do Paraná iniciaram os treinamentos em casa na manhã desta segunda-feira (05). Durante a primeira semana, o clube realiza trabalhos por videoconferência. A tendência é que os treinos presenciais em pequenos grupos comecem a partir da próxima segunda-feira (11).

“No primeiro visual na retomada, eu vi eles alegres de dialogar com o grupo e os profissionais. Eles pediram recomendações com o departamento médico e a fisiologia. Os atletas estavam se cuidando para que tenhamos uma melhora como profissional também. A gente ainda não sabe quando, mas vai retomar essa situações e terá jogos decisivos. Eles precisam estar em um nível minimamente aceitável para esse retorno”, declarou Fabiano Rosenau, preparador físico do Paraná.

De acordo com o preparador físico, o trabalho inicial será gradativo e ainda não tem uma definição de quando começa os trabalhos visando as partidas. “O principal foco está sendo na parte articular, de mobilidade, e em um período como recomenda os protocolos. É para ter a adaptação do organismo e não deixar o atleta desgastado. Vamos atuando de acordo com as recomendações”, disse.

“Nós temos que ter os cuidados restritivos que são passados pelas entidades do governo e da Fifa. Estamos preocupados, junto com os departamentos médico e de fisiologia. É uma situação nova para os atletas e para a comissão técnica. Planejamos uma volta gradativa dos atletas e estamos com esse fome na retomada. É como se fosse uma videoconferência com os atletas. A gente ainda não sabe qual a sistemática que será feita para jogos e retorno dos atletas em alto nível. O nosso objetivo é o primeiro passo com os atletas”, acrescentou Rosenau.

A última partida do Paraná aconteceu no dia 15 de março. O Tricolor, com time reserva, perdeu para o Toledo por 1 a 0, mas garantiu a vaga nas quartas de final do Campeonato Paranaense.