Paraná realizou último treino no CT Ninho da Gralha. Foto: Rui Santos/Paraná Clube

O empate diante do Confiança, em Aracaju na última sexta-feira (07) teve um sabor amargo pela forma que aconteceu. Sem tempo para lamentações e até para treinar, o Paraná volta a campo nesta terça-feira (11), às 20h30, diante do Avaí, na Vila Capanema.

Das coisas boas que aconteceram na primeira partida da Série B, o técnico Allan Aal pode comemorar a boa pontaria do pessoal da frente. Os dois gols diante do Confiança aconteceram por Renan Bressan e Gustavo Mosquito em chutes de fora da área. Aliás, o camisa 10 paranista já marcou quatro gols pelo Tricolor e precisou de apenas um toque na bola nos chutes foram de fora da área. Em relação ao potencial ofensivo, o treinador acredita que pode aperfeiçoar o quesito com outros atletas do setor ofensivo.

“Esse tipo de situação de finalização de média distância, de infiltração dos nossos meias e atacantes, procuramos corrigir durante essa parada e surtiu resultado, agora é buscar o equilíbrio. A hora que a bola estiver no nosso pé, procurar fazer o que fizemos no maior parte do tempo, trabalhar a bola, buscar o jogo, desde o campo de defesa buscar romper as linhas e chegar no gol do adversário, buscando sempre a vitória. Corrigindo esses detalhes, vamos aproveitar o potencial desses jogadores como Bressan, o Mosquito, até mesmo o próprio Wandson, que tem uma característica e poderia ter tipo um pouquinho de sorte na finalização que ele teve de perna esquerda, o próprio Pires (Gabriel) e o Bruno. São jogadores que vão evoluir e vão adaptar”, analisou Allan Aal

Para a partida de logo mais, o comandante paranista pode fazer até quatro alterações. Na lateral-direita, Paulo Henrique, que ficou de fora da estreia após teste positivo para a Covid-19, volta ao time se o resultado do novo exame der negativo. No meio campo, Higor Meritão está disposição e tem chance de estrear diante do Avaí.

Já no ataque, Gabriel Pires e Raphael Alemão tiveram atuações discretas na estreia e podem dar lugar a Wandson e Bruno Gomes. Assim, o provável Paraná para encarar o Avaí deve ter Alisson; Paulo Henrique (Toninho), Thales, Fabrício e Jean Victor; Jhony Douglas (Higor Meritão), Carlos Dias e Renan Bressan; Gabriel Pires (Wandson); Gustavo Mosquito e Raphael Alemão (Bruno Gomes).

Embalado

O Avaí estreou com o pé direito na Série B. No último sábado (08), venceu em casa o Náutico por 3 a 1. A equipe comandada pelo técnico Geninho não terá pela segunda partida seguida o meia Adryan e os atacantes Rildo, Rômulo, Getúlio e Daniel Amorim, que estão entregues ao departamento médico.

Para enfrentar o Paraná, Geninho pode repetir a equipe da estreia com: Lucas Frigeri; Arnaldo, Rafael Pereira, Victor Sallinas (Airton) e Capa; Bruno Silva, Ralf, Valdívia e Renato; Gastón Rodriguez e Jonathan.

FICHA TÉCNICA
PARANÁ X AVAÍ

Local: Vila Capanema, em Curitiba (PR).
Data: Terça-feira, 11 de agosto de 2020
Horário: 20h30
Árbitro: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza (PB)
Assistentes: Ruan Neres Sousa de Queiros (PB) e Schumacher Marques Gomes (PB)