Paraná empatou com o Criciúma no Heriberto Hülse (Fernando Ribeiro/Futura Press/Estadão Conteúdo)

O Paraná deu adeus para a sua última chance de acesso, na noite desta terça-feira (19), ao empatar em 1 a 1 com o Criciúma, no Heriberto Hülse, no sul catarinense, em duelo válido pela 37ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

O Tricolor chegou a estar na frente, com gol marcado por Guilherme Santos na primeira etapa, mas sofreu o empate nos minutos finais de partida e viu o sonho, que já estava distante, chegar ao final.

Agora, o time do técnico Matheus Costa terá 12 jogos até a sua despedida na Série B, no sábado, dia 1º de novembro, contra o Botafogo-SP, às 16h30, na Vila Capanema.

O jogo

Se um lado ainda lutava para seguir sonhando, o outro veio no desespero pelo último suspiro na segunda divisão. Apenas com a vitória interessando, o Criciúma impôs o ritmo e chegou até a carimbar o travessão do goleiro Thiago Rodrigues, aos 17 minutos, em cabeceio de Léo Gamalho.

Mas foi o Paraná quem construiu as melhores chances. Éder Sciola e Jhemerson avançaram pelos corredores e obrigaram o goleiro Paulo Gianezini a trabalhar. E foi justamente pela lateral que o Tricolor chegou ao seu gol. Aos 33 minutos, Guilherme Santos puxou contra-ataque, tabelou com Jenison e recebeu na frente, para bater na saída do arqueiro e mandar no fundo das redes.

A partida seguiu sem muito brilho na etapa final, com o Criciúma ameaçando pouco e o Tricolor tentando controlar o resultado que lhe manteria vivo na briga pelo acesso. O time catarinense teve boa chance, aos 18 minutos, mas Daniel Costa mandou por cima a cobrança de falta.

O Paraná teve duas boas chances de ampliar. Aos 29, Matheus Anjos avançou pela esquerda e cruzou para Jenison, de primeira, exigir bom trabalho de Paulo Gianezini. Aos 33, foi a vez de Alesson receber na direita e finalizar para mais uma boa defesa do goleiro do Tigre.

Mas o jogo tomou contornos dramáticos para o Tricolor nos minutos finais. Aos 40, a bola ficou no bate ou rebate dentro da área e sobrou para Léo Gamalho empatar. O gol gerou bronca entre os jogadores paranistas e culminou na expulsão do zagueiro Rodolfo. E foi só, com um empate que tira qualquer chance de acesso do Paraná e ainda pode rebaixar o Criciúma no complemento da rodada.

FICHA TÉCNICA
CRICIÚMA 1X1 PARANÁ

Local: Estádio Heriberto Hülse, em Criciúma (SC).
Data: Terça-feira, 19 de novembro de 2019.
Horário: 19h15.
Árbitro: Daniel Nobre Bins (RS).
Assistentes: Leirson Peng Martins (RS) e Fabrício Lima Baseggio (RS).
Público e renda: 

Criciúma: Paulo Gianezini; Carlos Eduardo (Daniel Costa), Sandro, Derlan e Marlon; Eduardo, Foguinho, Wesley (Luquinha) e Reis (Reinaldo); Andrew e Léo Gamalho.
Técnico: Roberto Cavalo.

Paraná: Thiago Rodrigues; Éder Sciola, Rodolfo, Fabrício e Guilherme Santos; Luiz Otávio, Itaqui (Jhony Douglas), Jhemerson (Alesson) e Matheus Anjos (Vitinho); Bruno Rodrigues e Jenison.
Técnico: Matheus Costa.

Gols: Guilherme Santos (PRC) aos 33′ do primeiro tempo e Léo Gamalho (CRI) aos 40′ do segundo tempo.
Cartões amarelos: Itaqui e Fabrício (PRC); Derlan, Sandro e Foguinho (CRI).
Cartões vermelhos: Fabrício e Rodolfo (PRC).