Paraná foi derrotado pelo Vasco no Rio de Janeiro (MARCELLO DIAS/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO)

O sonho de vencer o primeiro jogo foi adiado mais uma vez. Com uma atuação ruim, o Paraná foi derrotado pelo Vasco, por 1 a 0, na noite desta quarta-feira (30), no São Januário, no Rio de Janeiro, e segue na lanterna do Campeonato Brasileiro após oito rodadas. O gol da vitória cruz-maltina foi marcado por Yago Pikachu.

O contexto foi diferente dos demais. Se nos outros jogos o Tricolor teve o domínio, desta vez o time foi inoperante. Nos 90 minutos, o time finalizou apenas duas vezes com perigo, em grande chance de Léo Itaperuna e outra de Cleber Reis, ambas no segundo tempo. O Vasco, por sua vez, precisou aproveitar um erro para sair com a vitória. Na primeira etapa, em falha defensiva, Yago Pikachu recebeu lançamento e marcou o gol da vitória. O time carioca ainda teve a chance de ampliar no segundo tempo, mas Thiago Rodrigues defendeu a penalidade cobrada por Giovanni Augusto.

O Paraná volta a campo na próxima segunda-feira (04), diante do Fluminense, às 20h, na Vila Capanema, em duelo válido pela 9ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O jogo

Vindo de duas partidas sem sofrer gols e sem derrotas, o técnico Rogério Micale repetiu a escalação pela segunda vez na competição. A resposta foi positiva durante boa parte da primeira etapa e o Tricolor conseguiu controlar o ímpeto do adversário, mas seguiu esbarrando nos problemas ofensivos. O Paraná até tentou levar perigo nas bolas paradas, mas não obteve sucesso e o goleiro Fernando Miguel não teve trabalho. Mas, na parte final do primeiro tempo, a estratégia paranista foi por água abaixo. Aos 43 minutos, Andrey acertou um belo lançamento para Yago Pikachu, que invadiu a área, deu um chapéu no goleiro Thiago Rodrigues e mandou para o fundo das redes.

Assim como os 45 minutos iniciais, a etapa final também não teve grandes chances de gol para ambas as equipes. Na tentativa de corrigir as falhas ofensivas apresentadas no primeiro tempo, Rogério Micale colocou Carlos Eduardo logo no intervalo e depois promoveu as entradas de Léo Itaperuna e Guilherme Biteco. As mudanças poderiam ter surtido efeito positivo, mas Itaperuna desperdiçou uma boa oportunidade em contra-ataque, aos 22 minutos, esbarrando no goleiro Fernando Miguel.

A exposição do Tricolor para buscar o empate quase fez com que o Vasco ampliasse o marcador. Aos 32 minutos, Andrés Rios invadiu a área no um contra um e foi derrubado pelo zagueiro Neris. A arbitragem marcou pênalti, que Giovanni Augusto cobrou e o goleiro Thiago Rodrigues defendeu, evitando uma derrota maior. O Paraná teve a chance do empate no último lance, mas Cleber Reis esbarrou em defesa de Fernando Miguel, evitando o empate paranista.

FICHA TÉCNICA
VASCO 1X0 PARANÁ

Local: Estádio São Januário, Rio de Janeiro (RJ).
Data: Quarta-feira, 30 de maio de 2018.
Horário: 19h30.
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS).
Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi (RS) e José Eduardo Calza (RS).
Público e renda: 4.221 pagantes | 4.584 total | R$ 101.875,00

Vasco: Fernando Miguel; Luiz Gustavo, Ricardo, Werley e Henrique; Andrey, Bruno Cosendey (Giovanni Augusto) e Caio Monteiro (Moresche); Yago Pikachu, Riascos (Ramon) e Andrés Rios.
Técnico: Zé Ricardo.

Paraná: Thiago Rodrigues; Júnior, Neris, Cleber Reis e Mansur; Leandro Vilela, Torito (Carlos Eduardo), Jhonny Lucas e Caio Henrique (Guilherme Biteco); Silvinho (Léo Itaperuna) e Carlos.
Técnico: Rogério Micale.

Gol: Yago Pikachu (VAS) aos 43′ do primeiro tempo.
Cartões amarelos: Ricardo, Andrey e Henrique (VAS); Neris, Jhonny Lucas e Torito (PRC).
Cartões vermelhos: Moresche (VAS) e Neris (PRC).