Tricolor venceu na Vila Capanema. (Rui Santos/Paraná)

Sob os olhares atentos do técnico Rogério Micale, o Paraná Clube emplacou, enfim, sua primeira vitória no Campeonato Brasileiro de Aspirantes. Na tarde deste domingo (8), o time paranista, com autoridade, venceu o Vila Nova por 3×1, na Vila Capanema, cravou seu primeiro triunfo na competição nacional, chegou aos 5 pontos e subiu para a quinta posição na classificação, somente um atrás do G4. O próximo compromisso será diante do Paysandu, sexta-feira, novamente dentro de casa.

Em busca da primeira vitória no Campeonato Brasileiro de Aspirantes, o Paraná Clube buscou o gol desde o início, mas parava na falta de criação do seu meio de campo. O Vila Nova, invicto na competição nacional, iniciou melhor o jogo e criou a primeira grande chance. Aos 17 minutos, João Pedro cobrou falta com perigo e o goleiro Filipe Santos fez grande defesa.

O Paraná Clube, na sua primeira grande oportunidade, abriu o placar. Aos 20 minutos, Kriguer roubou a bola no meio, arrancou e, depois de tabelar com Lucas Sene, recebeu na cara do gol e bateu sem chances para o goleiro Heitor. O gol deu mais tranqüilidade ao time paranista, que passou a ter uma atuação mais consistente em campo.

Só que o Vila Nova provou porque não estava a toa invicto no Brasileiro de Aspirantes. Aos 34 minutos, a arbitragem marcou penalidade em Rui. O assistente apontou falta fora da área e, depois de uma conversa, o pênalti foi confirmado. Na cobrança, João Pedro deslocou Filipe Santos e empatou a partida.

Só que o Paraná Clube não se abateu. Aos 40 minutos, quase veio o segundo gol. Lucas Sene lançou para Luis Felipe, mas o camisa 9 parou na boa defesa do goleiro Heitor. Na cobrança do escanteio e depois do bate-rebate na área, o zagueiro Léo Pettenon mandou para o gol e fez o segundo ainda antes do intervalo.

Na etapa final, o Vila Nova adotou uma postura mais ofensivo e passou a dar espaços para o Paraná Clube. Lucas Sene e Luis Felipe passaram a se destacaram do lado partida. Aos 3 minutos, Luis Felipe bateu cruzado e quase fez o terceiro. O time goiano, apesar de jogar mais no campo ofensivo, não conseguia criar grandes oportunidades.

Para dar mais movimentação ofensiva e tentar explorar os espaços, o técnico Jorge Ferreira colocou em campo Keslley e Helbert nas vagas de Luis Felipe e Anderson. O terceiro gol quase veio aos 28 minutos. Em boa jogada de Keslley e Paranhos pelo lado direito, Castanha chutou forte e acertou a trave.

Mais organizado, o Paraná Clube encaminhou a vitória aos 38 minutos. Depois do chute prensado, Kazu serviu Bryan, que bateu de fora da área, não deu chances para o goleiro e encaminhou a vitória na Vila Capanema. O Vila Nova até tentou reagir, mas não foi suficiente para evitar o primeiro triunfo do Tricolor no Campeonato Brasileiro de Aspirantes.

O Paraná Clube jogou com Filipe Santos; Paranhos, Léo Pettenon (Gustavo), Guilherme Lacerda e Bryan; Kazu, Kriguer e Lucas Sene; Castanha (Mikael), Luis Felipe (Helbert) e Anderson (Keslley).