Paraná ficou no empate com o Tubarão e caiu para a 9ª colocação (Vinicius do Prado/Agência F8/Estadão Conteúdo)

O Paraná esteve duas vezes na frente do placar, mas cedeu o empate ao Londrina, em 2 a 2, na noite deste domingo (01), na Vila Capanema, e saiu da zona de classificação no Campeonato Paranaense. Com o resultado, o time foi ultrapassado pelo Cascavel CR e pelo Cianorte e caiu para a 9ª colocação.

Agora, o Tricolor volta a campo no próximo sábado (07), às 17h, quando vai receber o União, na Vila Capanema, pela 10ª rodada da competição.

O jogo

Debaixo de chuva, o primeiro tempo foi parelho e pouco produtivo. O ápice foi logo no início, aos quatro minutos, quando o Paraná abriu o placar com um belo chute de Renan Bressan, de primeira, após cruzamento de Paulo Henrique, que não deu nem chance de defesa para o goleiro Matheus Albino.

Depois disso se viu um jogo sem grandes emoções. Com relativa superioridade do time da casa, o Londrina até tentou equilibrar, mas não teve força para ameaçar a meta do goleiro Marcos. Também sem grande brilho, o Tricolor só chegou mais uma vez, aos 25 minutos, em cabeceio de Thales sem direção, que passou por cima do travessão.

Mesmo controlando o duelo na etapa inicial, o Paraná teve uma atuação em marcha lenta e foi forçado a mudar a postura para o segundo tempo. E o time do técnico Allan Aal voltou mais produtivo e rondando a área adversária. Em uma das jogadas trabalhadas, aos sete minutos, Thiago Santos teve a chance de ampliar em bola rolada por Andrey, mas mandou por cima do travessão.

Só que o Londrina aproveitou um momento de apagão da defesa paranista. Aos 14 minutos, o estreante Ruster Santos, que havia acabado de entrar, recebeu passe de Marcelinho no bico esquerdo da grande área, ajeitou e bateu colocado, na gaveta de Marcos, marcando um golaço para deixar tudo igual.

A igualdade no placar deu mais emoção ao jogo, que passou a ter maior intensidade. O Paraná voltou à frente sete minutos após o empate. Aos 22, Fabrício cobrou falta de longe, com força, e balançou as redes. Mas a tranquilidade durou pouco. No minuto seguinte, em mais um lance de desatenção da zaga, Gabriel Barbosa cabeceou, Marcos defendeu e, no rebote, Danilo teve a tranquilidade para empatar novamente.

Com um a menos após a expulsão de Thiago Alves, o Paraná quase viu a força do banco de reservas alviceleste complicar ainda mais a sua situação. Aos 45 minutos, Júnior Pirambu, mais um que havia entrado no segundo tempo, apareceu livre para cabecear e o goleiro Marcos salvou o time da casa, garantindo o empate.

FICHA TÉCNICA
PARANÁ 2X2 LONDRINA

Local: Vila Capanema.
Data: Domingo, 01 de março de 2020.
Horário: 18h.
Árbitro: Leonardo Ferreira Lima (PR).
Assistentes: Weber Felipe Silva (PR) e André Luis Severo (PR).
Público e renda: 2.443 pagantes | 2.717 total | R$ 55.585,00.

Paraná: Marcos; Paulo Henrique, Thales, Fabrício e Juninho; Carlos Dias, Michel (Kaio) e Renan Bressan (Guistavo Mosquito); Raphael Alemão, Thiago Alves e Marcelo (Andrey).
Técnico: Allan Aal.

Londrina: Matheus Albino; Raí Ramos, Augusto, Lucas Costa e Igor Miranda; Rafael Assis, Matheus Olavo (Danilo) e Matheus Bianqui; Igor Paixão (Ruster Santos), Marcelinho e Gabriel Barbosa (Júnior Pirambu).
Técnico: Alemão.

Gols: Renan Bressan (PRC) aos 4′ do primeiro tempo; Ruster Santos (LEC) aos 14′, Fabrício (PRC) aos 22′ e Danilo (LEC) aos 23′ do segundo tempo.
Cartões amarelos: Thales, Fabrício, Carlos Dias e Juninho (PRC); Matheus Bianqui, Ruster Santos e Gabriel Barbosa (LEC).
Cartão vermelho: Thiago Alves (PRC).