Por Rodrigo Dornelles com informações de Monique Vilela

Fernando Miguel confessa alívio pelo resultado. (Monique Vilela/ Banda B)Fernando Miguel confessa alívio pelo resultado. (Monique Vilela/ Banda B)

O Paraná bateu o América-MG por 1 a 0 na Vila Capanema e garantiu sua permanência na Série B do Brasileiro em 2016. A vitória deixou o grupo aliviado para as duas últimas partidas na competição. Durante a semana, a principal torcida organizada do clube acusou jogadores de fazerem “corpo mole”. O técnico Fernando Miguel não acredita que tenha acontecido.

Para o treinador paranista, os jogadores não deixaram de se dedicar em campo. “Nunca acreditei em corpo mole, os jogadores são homens. O resultado não vinha sendo o esperado, mas os jogadores nunca deixaram de correr”, afirmou Fernando Miguel após o jogo contra o Coelho.

Ele entende que os maus resultados foram o motivo natural das cobranças. “Futebol sem cobrança não é futebol. Se os resultados forem adversos, a cobrança vem forte. Foi o que aconteceu”, disse Fernando Miguel. “Essa pressão eles conseguiram transferir para dentro do jogo com vontade e garra e conseguimos a vitória”, acrescentou.

Na avaliação de Miguel, o trabalho realizado desde que a atual diretoria assumiu o comando do clube é positivo. “Desde o início, no qual eu assumi, venho falando que esta diretoria encontrou um Paraná complicado e trabalhou bem. Sei que a torcida é exigente, eu cresci aqui dentro desse clube. Acho que o nosso trabalho foi bem feito, poderíamos não ter passado por isso. Agora é trabalhar e não cometer os erros deste ano para quem sabe ano que vem entrar na briga”, projetou o treinador.

Após garantir permanência na Série B em 2016, o comandante paranista admite a sensação de alívio, mas já quer foco nos dois últimos compromissos do time. “Desde que eu assumi, eu queria viver cada jogo. Acho que poderíamos ter tido melhores resultados. Acabamos passando um sufoquinho. É um certo alívio, sim, mas nosso dever é ir a cada dia melhorando”, comentou Fernando Miguel. “Não acabou o campeonato ainda, somos profissionais e temos ainda dois jogos. São duas partidas difíceis, equipes que estão brigando na parte de cima, mas vamos tentar fazer o máximo de pontos”, garantiu o técnico.

Depois de bater o América-MG, o Tricolor recebe outra equipe que briga na parte de cima da tabela. O time joga contra o Bragantino, no próximo sábado (21), novamente na Vila Capanema.