Renan Bressan é um dos destaques do Paraná no início da Série B. (Geraldo Bubniak/AGB)

A goleada por 4×0 sofrida para o CSA, na noite de sábado (10), no estádio Rei Pelé, em Maceió, comprovou o momento de instabilidade do Paraná Clube na disputa da Série B do Campeonato Brasileiro. Um dos mais experientes do time paranista, o meia Renan Bressan não escondeu a insatisfação com o revés fora de casa e classificou como vergonhosa a atuação do Tricolor diante da equipe alagoana.

“Primeiramente o jogo diz tudo. Foi vergonhoso o que a gente fez hoje. É pedir desculpas aos torcedores e a instituição, que é muito grande para fazer o que a gente fez hoje. É difícil de explicar”, lamentou o camisa 10 do Tricolor em entrevista ao Sportv.

O Paraná Clube, diante do CSA, mais uma vez sofreu com um gol sofrido no início da partida. Só que dessa vez foi pior. Com 23 minutos da etapa inicial, o time paranista já perdia o duelo. Assim, a equipe do técnico Allan Aal se perdeu em campo e não teve forças para reagir. Renan Bressan afirmou que é preciso criar vergonha na cara e corrigir os erros para a sequência.

“Começamos com mais posse de bola e, mesmo jogando fora de casa, tomamos alguns contra-ataques. Temos que criar vergonha na cara, ver o que está errado e assumir a responsabilidade. Temos que fazer muito mais e melhor”, finalizou Renan Bressan.

Mesmo com a sequência de cinco partidas sem vencer e com apenas três pontos conquistados dos últimos 15 disputados, o Tricolor segue perto do G4 da Série B do Campeonato Brasileiro. O time paranista é o sexto colocado com apenas um ponto a menos que a Ponte Preta, que abre o grupo dos quatro primeiros colocados da competição nacional.