Matheus Costa. (Felipe Dalke/Banda B)

O técnico Matheus Costa destacou que a disputa de um clássico é um campeonato à parte e sempre vai ser decidido nos detalhes. Por isso, o treinador pediu o Paraná muito concentrado para enfrentar o Coritiba, neste sábado (08), às 18h, no estádio Couto Pereira.

“Um clássico por si só já é diferente e um jogo à parte. Os clássicos são definidos em detalhes e precisamos estar altamente concentrados para que esses detalhes sejam ao nosso favor. Nós estamos nos preparando muito bem para que a gente conquiste o nosso resultado”, declarou o treinador, em entrevista na Vila Capanema.

A vitória no clássico seria muito importante para o Paraná reencontrar o caminho das vitórias e ainda ultrapassar o rival na tabela de classificação. “É diminuir a ansiedade, passar uma maior confiança e tranquilidade para que chegue nos momentos finais e eles [jogadores] estejam mais tranquilos para chegar ao gol. Isso se conquista com trabalho e também com vitória. Apesar da vitória não estar vindo, nós estamos criando chances para vencer. Pior seria se nós não tivéssemos criando”, afirmou o comandante.

Além do Coritiba em campo, o Paraná terá a pressão da torcida coxa-branca como adversário. Os ingressos do mandante já estão esgotados por conta da promoção feita pela diretoria, que vendeu um pacote para três jogos por R$ 15,00. Ou seja, os torcedores do Coxa pagaram somente para R$ 5,00 para assistir ao clássico. “Estamos trabalhando em cima disso. Sabemos que vai ter casa cheia e a força do Coritiba com o estádio lotado. Tem que segurar esse ímpeto no começo do jogo e saber que, dentro de campo, são 11 jogadores contra 11 jogadores. Ali dentro de campo, ninguém mais do que 22 jogadores vão estar jogando. Então, temos que estar preparados para isso. Independente da pressão externa que vai ter no jogo, internamente são 11 jogadores contra 11 jogadores”, comentou.

Vantagem por conhecer o Coritiba?

Costa vai reencontrar seu ex-clube no clássico do próximo sábado. Mesmo com todo o conhecimento sobre o atual elenco alviverde, o comandante paranista não vê isso como vantagem. “Trabalhei lá, conheço o elenco, mas todos os clubes têm acesso a todos os jogos. Eu conheço mais o elenco do Coritiba, mas o Coritiba também observa os nossos jogos e sabe a nossa forma de jogar”, disse.

Assista à entrevista do técnico Matheus Costa

Matheus Costa em entrevista coletiva na Vila Capanema

Posted by Esporte Banda B on Thursday, June 6, 2019