Foto: Felipe Dalke/Banda B

A torcida apareceu, mas o time não correspondeu. Após o empate contra o Vitória, por 0x0 na Vila Capanema, vaias encerraram mais uma noite de mau resultado do Paraná em casa. O técnico Matheus Costa falou sobre o tropeço e valorizou o comparecimento dos torcedores na noite de hoje: cerca de 9.300 torcedores estiveram presentes após a promoção de ingressos da diretoria.

“Gostaria de agradecer o torcedor, que fez a sua parte, encheu a Vila e nos apoiou até o fim. Infelizmente o resultado não veio, mas não continuamos na briga. É óbvio que a frustração com o empate em casa é grande, mas temos de enaltecer o desempenho e a entrega durante o jogo. Acredito que as estatísticas mostram o resumo da nossa equipe nesta competição: a equipe que mais vezes não sofreu gol na Série B, mas pecamos nas conclusões a meta adversária”, analisou em entrevista coletiva após o empate.

O treinador também destacou a importância do próximo jogo, também em casa, contra o São Bento, para que o Paraná continue em busca do acesso, apesar da pequena probabilidade de conseguir terminar no G4. “Nós temos condições totais de conseguir o acesso. Se vencermos o São Bento, continuamos muito vivos. Foi muito difícil chegar até aqui e os torcedores sabem dos problemas que tivemos durante o ano. Mas hoje tivemos oportunidades claríssimas de vencer a partida”, acrescentou.

O Paraná Clube volta a campo na próxima terça-feira, às 21h30, contra o São Bento.