Paulo Henrique, lateral-direito do Paraná. (Vinicius do Prado/Agência F8/Estadão Conteúdo)

O Paraná tem dois confrontos diretos na Vila Capanema contra América-MG e CRB. Para o lateral-direito Paulo Henrique, o grupo sabe da importância da dobradinha em casa e até citou o pensamento do técnico Allan Aal de quem os compromissos valem ‘seis pontos’.

“É muito importante os dois jogos. Como o professor tem passado, são jogos de seis pontos, onde soma três e tira três do adversário. Nós temos que fazer valer o nosso fator casa, mas sem contar com a torcida. Mesmo assim, não deixa de ser a nossa casa. Acredito que temos que impor nosso ritmo e jogar como temos jogado”, declarou o lateral-direito.

Nas últimas semanas, o Tricolor mudou o time titular com as saídas do zagueiro Thales, do volante Carlos Dias e do atacante Gustavo Mosquito. Mesmo assim, a equipe manteve o mesmo desempenho e vem conquistando bons resultados. “Temos mostrado que o Paraná não é formado de 11 jogadores, mas de um elenco. Quem tem, seja como titular ou decorrer da partida, tem dado conta do recado. Isso mostra a força do elenco em um campeonato longo. Não tem como manter os mesmos jogadores nas 38 rodadas, mas fico feliz que quem está entrando, está dando conta do recado”, disse o lateral paranista.

Independente das mudanças, Paulo Henrique é titular absoluto na lateral-direita e comemora o bom momento. “Estou muito feliz por esse momento que estou vivendo com a camisa do Paraná. A gente sempre busca o crescimento e comigo não é diferente. Acredito que possa render ainda mais, mas aos poucos vamos ganhando corpo no decorrer da competição”, disse.