Jenison. (Guilherme Coimbra/Banda B)

O atacante Jenison viveu momentos distintos no primeiro semestre de Paraná. Do início animador às críticas após fala polêmica, o artilheiro do time na temporada recuperou a confiança antes da parada para a Copa América e virou a página para seguir colhendo bons frutos no segundo semestre.

“Às vezes estamos com a cabeça quente e falamos algo que não poderia. Claro que me arrependo do jeito que falei, mas não viria para usar o Paraná e sair. Quem me conhece sabe que não sou mau caráter. Estou trabalhando firme para ajudar e isso já é página virada”, comentou o atacante em entrevista à Banda B.

Para retomar a confiança, Jenison teve como divisor de águas o clássico Paratiba. Diante do rival, ele foi decisivo e marcou o gol da vitória paranista por 3 a 2. “Foi uma grande redenção ter feito aquele gol com o Coritiba. Parece que ali engrenou e depois marquei novamente contra o Operário. Vinha fazendo bons jogos, mas não estava conseguindo fazer os gols. Estava sendo cobrado, mas nunca deixei de ter vontade”, afirmou.

Com os dois gols antes da pausa, o atacante chegou a 10 na temporada e se aproximou ainda mais do número traçado no início do ano. “Tracei uma meta de 15 gols e estou perto dela. Espero alcançá-la e ajudar o Paraná a chegar no objetivo que é o G4”, destacou.

A força dentro da Vila Capanema

As metas para Jenison restringem apenas nos gols. Quando o assunto é a pontuação necessária para alcançar o G4, o atacante adotou a cautela no discurso. “Estamos pensando no jogo a jogo, em conquistar os nossos objetivos. O mais importante é somar, não perder. Deixamos alguns pontos escapar dentro de casa, mas não perdemos. Queremos somar para entrar no G4 e não sair mais de lá”, disse.

Mudança de comando

No clube desde o início da temporada, Jenison conviveu com a troca de comando técnico após o término do estadual. Para ele, o trabalho mudou radicalmente com a chegada de Matheus Costa. “Todos os jogadores perceberam já no primeiro dia a mudança. O Matheus conhece muito bem como funciona o clube. Para mim ele tem a cara do Paraná. Sabe como cobrar, isso é muito importante para o nosso time. Ele já subiu com o time e quem sabe pode repetir o feito neste ano, pois sabe bem como funciona”, finalizou.

Confira a entrevista do atacante Jenison à Banda B: