Rogério Micale assumiu o Paraná a duas partidas. (Geraldo Bubniak/AGB)

O Paraná Clube saiu de Florianópolis com uma derrota por 2 a 1 para o Avaí e um sentimento de que foi o detalhe que tirou os três pontos da equipe. Em entrevista após a partida, Rogério Micale destacou que não era possível afirmar que o Tricolor perdeu para ele mesmo, mas que o resultado não condisse com o que o time criou.

“É difícil falar que perdemos para nós mesmos. O que posso dizer é que tivemos o controle, mesmo quando oferecemos a posse de bola para o Avaí. Tivemos as melhores oportunidades, principalmente, no primeiro tempo. Fizemos um e poderíamos ter feito no mínimo mais dois, tivemos bola na trave. No segundo tempo tivemos várias finalizações, mas infelizmente tomamos dois gols que não acontecem normalmente”, analisou o treinador.

Apesar da derrota, Micale vê com positividade as mudanças promovidas no esquema tático e no 11 titular, que na primeira etapa impôs o ritmo de jogo mesmo fora de casa. “É uma variação que nós ganhamos. A gente no começo do jogo tivemos o controle, fizemos o gol até cedo. Tivemos mais duas chances de fazer o segundo gol, então deu um bom resultado e boa dinâmica à equipe, é mais uma opção que nós ganhamos para a sequência do trabalho”, definiu.

Para enfrentar o próximo adversário que está na porta de entrada do G4 da competição, o técnico diz que será preciso reforçar o psicológico da equipe, que vem sofrendo com a sequência de resultados ruins. “Agora é só o mental, porque a equipe demonstrou um futebol interessante já nesse jogo, o segundo ao meu comando. Aumentamos muito o número de finalizações, que era uma coisa que a gente estava precisando. Foram 20 no jogo todo, muitas dentro da grande e pequena área. Agora temos que trabalhar com nós mesmos, precisamos esquecer o que passou, essa questão do muito tempo de não ganhar uma partida, que isso influencia e gera ansiedade e precipitação, e tudo isso reflete em detalhes que muitas vezes faz perder o jogo”, concluiu

O próximo compromisso do Paraná Clube é com o Juventude, na sexta-feira (20), às 19h15, pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Com uma semana cheia de trabalhos, Rogério Micale poderá rever a equipe e trabalhar o que precisa para tentar voltar a vencer na competição.