Zagueiro (à esquerda)marcou um dos gols diante do CRB na última rodada (Divulgação/Paraná Clube)

O Paraná Clube já viajou para o estado do Rio Grande do Sul, neste sábado (25), a equipe comandada por Allan Aal pode retomar a liderança da Série B, basta vencer o Brasil de Pelotas, um adversário que venceu três dos últimos quatro jogos na competição. O zagueiro Fabrício acredita em um jogo pegado em que o Paraná precisa manter a concentração para tirar vantagem.

“A expectativa é de que seja um jogo bem truncado, sabemos como é enfrentar a equipe do Brasil no estádio Bento Freitas. Vamos estar bem postados e preparados para saber sofrer e depois tirar proveito em cima das dificuldades deles”, disse o capitão paranista.

Após uma sequência de 11 jogos em 38 dias, o Tricolor ganhou um tempo, foram 12 dias sem jogos, período importante para descansar, corrigir erros e cuidar da parte física. “Viemos de uma sequência bem pesada e esses dias sem jogos foram muito importantes para a recuperação do grupo. Além dos dias de descanso, tivemos tempo para alinhar algumas coisas, pois como sempre falamos aqui, as vitórias sempre escondem muitas coisas. Aproveitamos para ajustar a parte física, para emendar em outra sequencia complicada, afinal serão cinco partidas em 14 dias’’, avaliou o defensor

Na Série B deste ano, o Tricolor sempre figurou no G4 da competição, uma campanha muito semelhante ao do ano passado. O Paraná sempre ficou muito próximo dos primeiros colocados, porém, o excesso de empates em casa, dificultou a situação da equipe para brigar pelo acesso. O camisa 4 paranista fez um paralelo entre os dois grupos. “São dois elencos bem diferentes. Em 2019, tivemos uma campanha muito boa e o fator determinante foram os empates, um sequencia grande, principalmente na reta final da Série B. O grupo desse ano é muito homogêneo. Quando sai um, entra o outro e o nível de atuação se mantem e espero que esse chega o nosso diferencial para conquistar as vitórias e consequentemente o acesso para a primeira divisão”, afirmou.

O Paraná realizou a última atividade na cidade de Porto Alegre, no CT do Internacional e depois segue para Pelotas, local da partida deste sábado (26), às 18h30 diante do Brasil de Pelotas. Jhony Douglas, suspenso pelo terceiro cartão amarelo está fora; Karl e Kaio brigam pela posição. Andrey, cumpriu a automática diante do CRB está a disposição. Com isso, Allan Aal deve escalar o Paraná da seguinte maneira. Alisson; Paulo Henrique, Salazar, Fabrício e Jean Victor; Karl (Kaio), Higor Meritao e Renan Bressan; Andrey (Marcelo) , Pires (Biteco) e Bruno Gomes. O Tricolor é o vice-líder da Série B com 20 pontos.