Há cinco jogos sem vencer, o Paraná Clube segue buscando quebrar a sequência negativa na Série B do Brasileiro. O próximo adversário é o Operário, que vive um momento parecido com o do Tricolor e engatou duas derrotas seguidas na competição. Na tabela, é possível observar que este será o confronto direto, praticamente de seis pontos, já que o time paranista está na 13ª colocação, com 29 pontos, mesma pontuação do Fantasma, que está na 12ª posição por ter um saldo de gols maior.

Paraná viajou no inicio da tarde desta quinta-feira (26), e pode comemorar após receber os resultados da nova testagem para o novo coronavírus e não registrar mais casos pela Covid-19. O volante Higor Meritão, os meias Guilherme Biteco e Gabriel Pires e o zagueiro Philipe Maia que foram diagnosticado com a doença antes do confronto com o Guarani, seguem isolados cumprindo o protocolo de afastamento de 10 dias imposto pela CBF.

Desta forma, sem novos desfalques pela Covid, o técnico Rogério Micale vai perder também o volante Luan, suspenso pelo terceiro amarelo. Mas deve quebrar a cabeça para definir as mudanças na linha ofensiva paranista, Matheus Matias e Wandson foram titulares no último confronto contra o Bugre, mas Bruno Lopes e Bruno Gomes seguem a disposição e disputam a posição. Já Wandson, que fez o gol de honra do Paraná na partida briga com Andrey pela vaga no ataque.

O jogo contra o Operário acontece no Germano Krüger nesta sexta-feira (27), às 19h15, em partida válida pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, e marca inclusive um novo encontro com o ex-treinador do Tricolor, Matheus Costa.