Paraná tem o melhor ataque da Série B. Foto: David Oliveira | Guarani FC

Se o ataque paranista foi pouco efetivo durante o Campeonato Paranaense, na Série B, os homens de frente são responsáveis por 62% dos gols da equipe, que tem o melhor ataque do campeonato, com oito gols em quatro jogos.

Em duas semanas, o técnico Allan Aal perdeu dois atletas que eram titulares no ataque, Raphael Alemão, que rescindiu com o Tricolor e vai atuar no futebol do Azerbaijão e Gustavo Mosquito, que retornou ao Corinthians. O comandante paranista, afirma que é necessária uma reposição, mas atento as opções de mercado.

“Independentemente das saídas de Raphael Alemão e Gustavo Mosquito, a diretoria junto com a presidência e a comissão, já vinham trabalhando em algumas situações, mas dentro de uma realidade. Acho muito importante manter o que vem sendo feito, o Paraná consegue ter um equilíbrio econômico. Eu sempre falo que grupo ganha campeonato, precisamos é claro pensar em reposições, mas não direcionar todas as fichas em uma ou outra situação. Mas vamos analisar com calma as opções de mercado, as possibilidades que aparecem quando aparecem. Todos nós estamos atentos, são situações que estamos trabalhando, antes mesmo das saídas de Mosquito e Alemão”, afirmou o técnico em entrevista à Banda B.

Para a função de lado de campo, o Paraná tem no elenco Kessley, Marcelo, Andrey e Wandson. Gabriel Pires que é titular da equipe, atua pelo lado direito e Thiago Alves pode ser utilizado na posição.

O Paraná, líder da Série B, volta a campo pela quinta rodada, no domingo (23) diante do vice-líder, Operário às 11h, na Vila Capanema.