Felipe Gil - ParanáFelipe Gil, diretor de futebol do Paraná. (Gabriel Thá/Paraná Clube)

O diretor de futebol do Paraná, Felipe Gil, afirmou que um dos motivos para a contratação do técnico Márcio Coelho foi a experiência dele na Série B do Campeonato Brasileiro. Ele comandou o Figueirense em 23 rodadas da competição, além de sete partidas de maneira interina em 2019.

“O Márcio é um profissional gabaritado, já trabalhou em clubes fora do país e teve uma experiência vasta no Figueirense, onde participou ativamente de todos os processos do clube. Tive o prazer de trabalhar com ele lá. Ele tem bastante conhecimento da divisão e tenho certeza que vai nos ajudar neste período de seis jogos”, explicou o dirigente paranista.

Gil ainda revelou que o novo treinador já acompanhava os jogos do Paraná. “Um profissional que conhece a divisão e já passou por um momento delicado dentro do Figueirense. Ele conhece bem a divisão e sabe os pontos estratégicos, além de acompanhar bastante a nossa equipe em todos os jogos. Esses foram os pontos fundamentais”, disse.

Márcio Coelho chega ao Paraná com a missão de evitar o rebaixamento para a terceira divisão e já estreia no confronto direto com o Náutico, na sexta-feira (08), às 19h15, no Recife. “A gente sabe do tamanho do Paraná e precisamos reverter isso o mais rápido possível. Esperamos que essa falta de vitória pare de acontecer o mais breve possível e que seja contra o Náutico, um adversário direto. A turbulência a gente tenta blindar todos para que tenha desenvolvimento no trabalho e dar sequência no trabalho do professor Gilmar”, falou o diretor.

Saída de Gilmar Dal Pozzo

O técnico Gilmar Dal Pozzo pediu desligamento após o empate em 1 a 1 com o Botafogo-SP. De acordo com Gil, todos foram pegos de surpresa com a saída. “Fomos pego de surpresa. O professor Gilmar nos comunicou ontem pela manhã e desde da solicitação de desligamento, eu comecei a conversar com o presidente para encontrar um nome que aceitasse esse desafio de seis jogos e com o intuito de pensar somente no clube. O clube é maior que todos nós e precisamos lutar para que o Paraná permaneça na Série B”, comentou.