Vinícius decidiu com dois gols contra o ex-time (Divulgação/EC Bahia)

A noite foi da cria contra o criador. Com dois gols do meia Vinícius, revelado nas categorias de base do clube, o Paraná foi derrotado pelo Bahia, por 2 a 0, na noite deste sábado (13), no Estádio de Pituaçu, em Salvador, pela 29ª rodada do Brasileirão. Com o resultado, o time paranaense completou o 15º jogo consecutivo sem vitórias e ampliou o jejum.

O revés em solo soteropolitano faz com que o Tricolor estacione nos 17 pontos e siga convivendo com o fantasma da pior campanha da história da Série A do Brasileirão, junto ao América-RN, que terminou a edição de 2007 com 17 pontos. No entanto, a ausência de resultados positivos coloca a equipe do técnico Claudinei Oliveira no ‘livro dos recordes’ da competição, igualando a maior sequência sem vitórias de São Caetano (2006) e também do América-RN (2007), com 15 partidas.

Na próxima rodada o Paraná encara o Flamengo, no domingo (21), às 19h, na Vila Capanema, em duelo válido pela 30ª rodada da competição.

O jogo

A proposta do Paraná de apostar nos contra-ataques funcionou bem em um primeiro tempo que o Bahia buscou incessantemente o ataque. Com a linha defensiva bem postada à frente da área, o time paranaense evitou que os mandantes dessem trabalho ao goleiro Richard, e conseguiu levar perigo nas transições rápidas. Primeiro, aos 15 minutos, Deivid tabelou com Alex Santana e entrou livre na área, mas pegou mal na bola e Douglas fez fácil defesa. Mais tarde, aos 24, foi a vez de Grampola ser acionado em velocidade pela esquerda e esbarrar em nova intervenção do arqueiro adversário.

O Tricolor de Aço, por sua vez, chegou com perigo no fim da etapa inicial. Aos 45, em boa trama pela direita, a bola foi cruzada na área para Zé Rafael, que desviou e mandou raspando a trave. Nos acréscimos, Zé Rafael e Ramires tentaram na bola parada, mas esbarraram em duas defesas de Richard, que levou o placar fechado para o intervalo.

O rendimento do Paraná caiu no segundo tempo e a postura de segurar o ímpeto do adversário começou a baixar, forçando o goleiro a trabalhar. Nos primeiros minutos, foram duas intervenções, em finalizações de Zé Rafael. Os visitantes tentaram responder em chutes de Juninho e Andrey, mas não conseguiu levar grandes perigos ao goleiro Douglas.

Restou então a um ex-paranista a missão de resolver o placar em Salvador. O meia Vinícius, criado nas categorias de base do Tricolor, entrou na etapa final e não precisou de muito tempo para decidir. Aos 39 minutos, cobrou falta com perfeição e mandou para o fundo das redes de Richard. Pouco depois, aos 43, ele apareceu livre na área após cruzamento e encheu o pé para marcar o segundo e dar números finais ao duelo.

FICHA TÉCNICA
BAHIA 2X0 PARANÁ

Local: Estádio de Pituaçu, Salvador (BA).
Data: Sábado, 13 de outubro de 2018.
Horário: 21h.
Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS).
Assistentes: Leirson Peng Martins (RS) e Lúcio Beiersdorf Filho (RS).
Público e renda: 29.215 pagantes | 29.328 total | R$ 256.229,00

Bahia: Douglas; Bruno (Vinícius), Grolli, Lucas Fonseca e Léo; Gregore, Flávio, Ramires, Zé Rafael (Edigar Junio) e Élber (Nilton); Gilberto.
Técnico: Enderson Moreira.

Paraná: Richard; Júnior (Jhony), Renê Santos, Rayan e Igor; Leandro Vilela, Alex Santana, Silvinho (Nadson), Deivid (Andrey) e Juninho; Grampola.
Técnico: Claudinei Oliveira.

Gols: Vinícius (BAH) aos 39′ e 43′ do segundo tempo.

Cartão amarelo: Zé Rafael (BAH); Andrey, Jhony e Juninho (PRC).