Ouça os gols da vitória paranista na narração de Paulo Sérgio:

Paraná derrotou o Londrina na Vila e entrou no G4 da Série B (Geraldo Bubniak/AGB)

Tinha que ser no sufoco, tinha que ser sofrido e como diz o maior clichê do futebol: de virada, é mais gostoso. Diante de 14 mil torcedores que lotaram a Vila Capanema, o Paraná não decepcionou e derrotou o Londrina, por 2 a 1, na noite deste sábado (16), e entrou pela primeira vez no G4 da Série B do Campeonato Brasileiro.

Dominando totalmente e pressionando o adversário no primeiro tempo, o Paraná levou um susto na primeira quinzena da partida. Aos 14 minutos, em contra-ataque rápido, Artur tocou na saída de Richard e colocou os visitantes na frente. Mas o gol não abalou o Tricolor, que chegou ao empate pouco depois, aos 24, com Vitor Feijão aproveitando rebote do goleiro César. A virada por pouco não saiu da cabeça de Eduardo Brock, que desviou cobrança de falta e carimbou o travessão alviceleste.

Ao contrário da primeira etapa, o Paraná Clube não teve a mesma intensidade em suas investidas no ataque. Criando pouco e nada ameaçando a meta defendida por César, a única boa chance foi aos dois minutos, com João Pedro exigindo ótima intervenção do camisa 1 do Londrina. Mas tinha que ser sofrido para ter mais graça. Aos 47 minutos, Renatinho recebeu no bico esquerdo da grande área e bateu colocado, marcando um golaço para dar a virada.

Com o resultado, o Tricolor foi aos 40 pontos e entrou de vez no G4 da Série B. O próximo compromisso é na terça-feira (19), fora de casa, contra o Guarani, no Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas-SP, em compromisso válido pela 25ª rodada da competição.

Paraná domina, leva susto, mas consegue o empate

A etapa inicial teve amplo domínio paranista. Desde o começo, o Tricolor exerceu a pressão em busca do primeiro gol. Logo aos quatro minutos, Renatinho tentou o chute da entrada da área e mandou com perigo à direita da meta de César. Pouco depois, aos 14, foi a vez de Vitor Feijão ameaçar, de cabeça, após cruzamento de Igor.

Mas no primeiro ataque foi o Londrina quem soube ser efetivo. Aos 15 minutos, contra-ataque em velocidade e Artur tocou na saída de Richard para abrir o placar na Vila.

Atrás no marcador, o Paraná não sentiu o gol e seguiu pressionando em busca do empate. Aos 24, o goleiro César afastou para o meio o cruzamento da direita e a bola sobrou nos pés de Vitor Feijão, que bateu rasteiro e igualou tudo. Buscando a virada, o Tricolor quase chegou ao segundo ainda no primeiro tempo. Aos 35, Renatinho cobrou falta na área, Eduardo Brock desviou de cabeça e a bola carimbou o travessão.

Renatinho marca um golaço no fim e coloca o Tricolor no G4

Sem o mesmo ímpeto do primeiro tempo, o Paraná ameaçou menos a meta do Londrina na etapa complementar. A grande chance foi logo no início. Aos dois minutos, João Pedro cobrou falta no ângulo e o goleiro César voou para espalmar e salvar a virada.

Depois da investida inicial, o Tricolor encontrou dificuldades para buscar o segundo gol. Com dificuldades na criação, as poucas chegadas quase não ameaçaram a meta alviceleste. O panorama dos visitantes foi o mesmo. Sem exigir do goleiro Richard, o Londrina tentava jogadas pelos lados do campo para buscar o cruzamento, mas não conseguiu ser efetivo.

Mas o melhor estava reservado para o fim. Aos 47 minutos, Renatinho recebeu no bico esquerdo da grande área, limpou a marcação e mandou colocado, sem chances para o goleiro César, marcando um golaço para botar o time no G4 da Série B.

FICHA TÉCNICA
PARANÁ 2X1 LONDRINA

Local: Vila Capanema, Curitiba (PR).
Data: Sábado, 16 de setembro de 2017.
Horário: 19h.
Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)
Assistentes: Lucio Beiersdorf Flor (RS) e Leirson Peng Martins (RS).
Público e renda: 14.006 pagantes | 14.094 total | R$ 306.015,00

Paraná: Richard; Cristovam, Iago Maidana, Eduardo Brock e Igor; Leandro Vilela, Gabriel Dias (Vinícius Kiss) e Renatinho; João Pedro (Felipe Alves), Vitor Feijão (Vitor Feijão) e Alemão.
Técnico: Matheus Costa.

Londrina: César; Reginaldo, Dirceu, Edson Silva e Ayrton; Rômulo (Bidia), Germano, Rafael Gava e Celsinho (Negueba); Artur e Carlos Henrique (Safira).
Técnico: Claudio Tencati.

Gols: Artur (LEC) aos 14′ e Vitor Feijão (PRC) aos 25′ do primeiro tempo; Renatinho (PRC) aos 47 do segundo tempo.

Cartões amarelos: Gabriel Dias (PRC); Edson Silva, Rômulo e Artur (LEC).