Paraná pode assumir provisoriamente a segunda colocação. (Divulgação/Paraná)

O Paraná encerra a série de confrontos diretos com o jogo que é considerado “o mais importante dos últimos 10 anos”. O Tricolor encara o Oeste nesta terça-feira (31), às 21h30, na Vila Capanema, e pode abrir sete pontos de vantagem para o quinto colocado que é o próprio adversário.

Força máxima em campo

Depois de fazer muito mistério na última rodada, o técnico Matheus Costa afirmou desta vez todos os jogadores estão a disposição. Com isso, a principal novidade é o retorno do atacante Robson, que cumpriu suspensão na última rodada, na vaga de Vitor Feijão.

“É exaustivo para os atletas, ninguém é maquina e tem vários jogadores que estão no departamento médico para ficarem a disposição. Independentemente disso, nós temos um elenco e prova disso foi as substituições que geraram um resultado positivo a nosso favor. Uma semana dá tempo para recuperar nossos atletas”, declarou o treinador paranista.

A provável escalação paranista é Richard; Cristovam, Iago Maidana, Eduardo Brock e Igor; Gabriel Dias, Vinícius Kiss e Renatinho; Robson, João Pedro e Alemão.

Matemática para o acesso

De acordo com o site Infobola, o Tricolor tem 84% de chances de conquistar o acesso para a Série A e pode ver esse número aumentar em caso de vitória. Se conquistar os três pontos, o time paranista abre sete pontos de vantagem para o próprio Oeste, atual quinto colocado.

Oeste também briga por um lugar no G4

O Oeste venceu o Brasil de Pelotas na última rodada por 1 a 0 e pode reduzir a desvantagem para o quarto colocado para somente um ponto se vencer fora de casa. O técnico Roberto Cavalo deve colocar em campo Rodolfo; Daniel Borges, Joilson, Leandro Amaro e Guilherme Romão; Wilson Matias, Lídio e Mazinho; Gabriel Vasconcelos, Raphael Luz e Danielzinho.

FICHA TÉCNICA
PARANÁ X OESTE

Local: Vila Capanema, em Curitiba (PR).
Data: Terça-feira, 31 de outubro de 2017.
Horário: 21h30.
Árbitro: Pericles Bassols Pegado Cortez (PE).
Assistentes: Clovis Amaral da Silva (PE) e Marcelino Castro de Nazaré (PE).