Andrey (esq) e Silvinho (dir) foram expulsos na partida (Guilherme Artigas/FotoArena/Estadão Conteúdo)

Depois de ter reencontrado a vitória no fim de semana, o Paraná voltou a perder, nesta quarta-feira (14), para o Atlético-MG, por 1 a 0, e completou nove jogos de jejum dentro da Vila Capanema no Campeonato Brasileiro. Em jogo com direito a dois jogadores expulsos, Tricolor sofreu a sua 21ª derrota na competição.

O destaque negativo ficou por conta dos atacantes Silvinho e Andrey, que receberam o cartão vermelho e deixaram a equipe com dois a menos na partida. Já pelo lado positivo, Dado Cavalcanti promoveu a estreia de Rodrigo Carioca como titular e de Keslley na equipe profissional, seguindo a estratégia de dar chances para os atletas das categorias de base, já de olho na próxima temporada.

Na próxima rodada, o Paraná fará mais um jogo como mandante, mas com o mando de campo vendido para Londrina. No interior, o time encara o líder Palmeiras, no próximo domingo (18), às 17h, no Estádio do Café, em duelo válido pela 35ª rodada do Brasileirão.

O jogo

O Tricolor até tentou adotar uma postura e sair para o jogo nos minutos iniciais, mas foi o Galo quem chegou ao gol. Aos 11 minutos, Luan recebeu bom lançamento de Elias na área e foi derrubado pelo goleiro Richard. O árbitro marcou pênalti, que Fábio Santos cobrou bem e colocou os visitantes na frente.

Atrás do placar, a esperança de reação do Paraná ficou ainda mais complicada com a expulsão do atacante Silvinho por reclamação ainda na primeira etapa. Com vantagem no marcador e numérica, foi o Atlético-MG quem esteve mais próximo de marcar e teve mais duas chances, com Bruninho e Elias, que passaram raspando a trave de Richard. Nos minutos finais, Fábio Santos chegou a fazer o segundo gol, mas a arbitragem assinalou falta no lance.

A situação do Tricolor, que já era ruim, se complicou ainda mais após a expulsão de Andrey, no segundo tempo, deixando o time com dois jogadores a menos. Com ainda mais dificuldade, a equipe da casa não ameaçou e viu o Galo tomar conta da etapa final.

O Paraná arriscou em duas ocasiões, em chutes de Rodrigo Carioca e Alex Santana, que não levaram perigo. O Atlético-MG chegou com boas jogadas de Terans e por pouco não ampliou. Na melhor do camisa 55, o goleiro Richard espalmou cobrança de falta e salvou. Já nos minutos finais, Denilson desviou na área e a bola raspou a trave, na última tentativa de mexer no placar.

FICHA TÉCNICA
PARANÁ 0X1 ATLÉTICO-MG

Local: Vila Capanema.
Data: Quarta-feira, 14 de novembro de 2018.
Horário: 21h.
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (FIFA-RJ).
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Corrêa (FIFA-RJ) e Carlos Henrique Alves de Lima Filho (RJ).
Público e renda: 1.610 total | R$ 22.940,00

Paraná: Richard; Wesley Dias, Charles, Igor e Juninho; Leandro Vilela (Jhony), Alex Santana e Silvinho; Andrey, Rodrigo Carioca (Alesson) e Rafael Grampola (Keslley).
Técnico: Dado Cavalcanti.

Atlético-MG: Victor; Emerson (Patric), Léo Silva, Maidana e Fábio Santos; Matheus Galdezani, Elias, Cazares, David Terans e Luan (Bruninho); Alerrandro (Denilson).
Técnico: Levir Culpi.

Gol: Fábio Santos [de pênalti] (CAM) aos 11′ do primeiro tempo.
Cartões amarelos: Richard, Charles e Andrey (PRC); Emerson e Patric (CAM).
Cartões vermelhos: Silvinho e Andrey (PRC).