Paraná caiu na segunda fase da Copa do Brasil. (Rui Santos/Paraná Clube)

O setor ofensivo é a grande preocupação do Paraná Clube neste início de temporada. O time paranista terminou a primeira fase do Campeonato Paranaense com o quarto pior ataque do torneio. Foram apenas nove gols marcados em 11 jogos. Desempenho melhor apenas que o PSTC, que o Toledo e que o União.

Assim, o Paraná Clube não conseguiu atingir a média de nem um gol por partida na disputa do Campeonato Paranaense. Foram cinco partidas sem marcar gols. Uma delas na última rodada, diante do Toledo, quando o Tricolor perdeu por 1×0 e só conseguiu sair com a classificação graças ao empate do Cascavel CR diante do PSTC, fora de casa.

No Campeonato Paranaense, dos três principais artilheiros do Paraná, dois são meio-campistas. Os meias Renan Bressan e Robson, além do atacante Andrey, são os principais artilheiros do Tricolor no Estadual. Completam a lista com apenas um gol cada o zagueiro Fabrício, e os atacantes Marcelo e Raphael Alemão.

Na Copa do Brasil, o aproveitamento do Paraná Clube é um pouco melhor. Em três partidas disputadas até agora, foram cinco gols anotados. Dois na vitória por 2×0 diante do Palmas e três na virada sobre o Bahia de Feira, na Vila Capanema. Diante do Botafogo, no Rio de Janeiro, o setor ofensivo paranista até criou oportunidades, mas passou em branco.