Por Rodrigo Dornelles

É em Chapecó, diante da equipe da Chapecoense, que o Atlético busca reabilitação no Campeonato Brasileiro para espantar a má fase da equipe na competição e frear a aproximação do clube com a zona de rebaixamento. Vindo de duas derrotas seguidas, o técnico Claudinei Oliveira espera que na partida desta quarta-feira (24), o Furacão tenha melhor aproveitamento das chances criadas para sair com os três pontos.

Claudinei elogiou a logística da viagem para Chapecó. (Divulgação/Atlético)Claudinei elogiou a logística da viagem para Chapecó. (Divulgação/Atlético)

O treinador acredita que se o time apresentar o mesmo futebol jogado contra o Internacional, na última rodada, a vitória é possível diante da Chape. “A gente vem com a mentalidade de ganhar o jogo. Fizemos uma boa partida contra o Inter e se conseguirmos manter o nível temos boas chances de vencer a partida aqui em Chapecó”, projetou Claudinei.

Na visão de Claudinei Oliveira, o time foi prejudicado pela chuva e pelos erros de finalização contra o Colorado gaúcho. “No primeiro tempo a chuva atrapalhou muito, a nossa equipe é leve, de velocidade. Na segunda etapa conseguimos criar, mas esbarramos na boa atuação do Dida e às vezes em um erro ou outro de finalização. Esperamos ter um aproveitamento melhor, temos criado cinco, seis chances, mas os gols não têm acontecido”, analisou o comandante atleticano.

Sem o lateral-direito Mário Sérgio, machucado, e Douglas Coutinho, suspenso pelo terceiro amarelo, o técnico rubro-negro será obrigado a mexer na equipe, mas ele garante que taticamente a base será a mesma. “Taticamente não vamos alterar muito o que tem sido feito. O Sueliton entra naturalmente na direita e no lugar do Coutinho nós temos a opção mais simples, que seria a entrada do Mosquito, mas também com a possibilidade da entrada do Sidcley, que tem atuado bem, é um jogador que tem bom drible, que recompõe bem na marcação”, disse Claudinei Oliveira.

Por fim, ele fez questão de elogiar o planejamento da viagem para o jogo. “A questão da logística é importante para minimizar o desgaste das viagens. Aqui pra Chapecó é uma viagem complicada, mas a logística foi bem feita, chegamos antes, descansamos, já sentimos o clima da cidade, foi importante”, comentou o treinador atleticano.

Chapecoense e Atlético se enfrentam às 21h desta quarta-feira (24), na Arena Condá, em Chapecó (SC). O Furacão é o 12º colocado, com 28 pontos. A Chape está três posições atrás, em 15ª, com 24 pontos somados.