Da Redação com PMPR

A Polícia Militar do Paraná (PR) registrou, na noite deste domingo (6), um arrastão em um supermercado no bairro Juvevê, em Curitiba. Cerca de 50 pessoas vestindo camisetas da torcida do Coritiba entraram no estabelecimento e roubaram várias garrafas de bebidas alcoólicas. Equipes policiais chegaram a ir até o local, mas os suspeitos conseguiram fugir.

O caso aconteceu durante o clássico com o Paraná. “Durante a ação, apenas uma mulher foi abordada e conduzida à delegacia”, disse o subcomandante do 12º Batalhão da PM e coordenador do policiamento durante o jogo, major Alex Erno Breunig.

06-03-2016 Futebol paraná x coritiba no Couto pereira(Foto: Divulgação PMPR)

Ainda segundo o major Breunig, dentro do estádio três situações aconteceram. “Uma pessoa foi encaminhada por porte de maconha, uma segunda por soltar um rojão e a terceira por desobediência”, explicou. “Apesar de alguns casos isolados, o policiamento ocorreu dentro do planejado e de forma tranquila, sem grandes problemas”, acrescenta.

Policiamento

Já no início da tarde a PM intensificou o policiamento em toda a capital, concentrando-se nos pontos de deslocamento das torcidas e de aglomeração de pessoas. A partir das 15 horas a torcida do Paraná Clube deslocou-se da sua sede na Vila Capanema em direção ao estádio, sendo escoltada pelo 20º Batalhão de Polícia Militar. Posteriormente, às 15h30, a torcida do Coritiba pode utilizar o transporte público e seguir para o jogo com a escolta do 12º BPM.

O policiamento contou com o apoio do Regimento de Polícia Montada (RPMon), da Companhia Giro (Grupo de Intervenção Rápida e Ostensiva), do 13º BPM, do Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA) e do Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran)que organizou 08 pontos de bloqueio nas imediações do local do jogo para garantir o acesso de todos.

Durante a reunião com os representantes dos times, das torcidas organizadas e de outros órgãos de segurança, que ocorreu na última quarta-feira (02/03), foi acordado que faixas, bandeiras e camisas do Paraná Clube poderiam entrar no estádio e foi combinado entre as torcidas que haverá o mesmo tratamento ao Coritiba no jogo que ocorrer na Vila Capanema.

HOMENAGEM – Antes da partida houve um minuto de silêncio em memória dos policiais militares e civis, guardas municipais e agentes penitenciários que perderam a vida durante ações policiais.

“O secretário de Segurança Pública e Administração Penitenciária, Wagner Mesquita, solicitou ao Coritiba para que houvesse essa homenagem aos profissionais de segurança pública e ele foi atendido”, destacou o Comandante do 12º BPM, tenente-coronel Antônio Zanatta Neto.