A história de Caio Júnior virou livro. Nesta quinta-feira (14), na Biblioteca Pública do Paraná, será lançado “Caio Júnior – o ídolo, o ser humano e sua inesquecível jornada”. O autor do livro, o jornalista Adriano Rattmann, e a família de Caio estarão no lançamento e sessão de autógrafos. A biografia conta a história do jogador, técnico e comentarista que faleceu em 28 de novembro de 2016, no desastre do voo da Chapecoense.

O cascavelense Luiz Carlos Saroli virou Caio Júnior na base do Grêmio, por conta do Caio Cambalhota, veterano centroavante que estava no time gaúcho à época. Brilhou na base e em 1985 foi o herói do título estadual. Rapidamente foi para Portugal, onde atuou por nove temporadas por Vitória de Guimarães e Estrela de Amadora. Voltou ao Rio Grande do Sul para jogar no Internacional, e ainda passou por Belenenses, CSA e Novo Hamburgo antes de defender o Paraná Clube.

Caio foi fundamental no título paranaense de 1997, o pentacampeonato do Paraná Clube. Inclusive, marcou dois dos gols no jogo do título contra o União Bandeirante. Seu nome entrou na história tricolor como jogador, mas ele ainda conquistaria mais como técnico. Foi sob o comando de Caio Júnior que o clube chegaria à Libertadores, com o quinto lugar no Campeonato Brasileiro de 2006.

Caio Júnior na Banda B

Antes de comandar o Paraná Clube naquele ano, Caio Júnior tivera duas passagens como comentarista da Banda B, formando um trio de craques com Barcímio Sicupira e Dionísio Filho. Além da Banda B, com a qual manteve uma próxima relação até sua morte, Caio também trabalhou no SporTV. Mas o sonho era ser treinador. E do Tricolor ele rodou o mundo, passando por Palmeiras, Flamengo, Botafogo e Grêmio.

Mas o grande trabalho era sem dúvida na Chape, que encantava o País na Copa Sul-Americana de 2016. Mas o voo da LaMia interrompeu o sonho e a vida de Caio Júnior e de mais 70 pessoas, entre tripulação, dirigentes, jornalistas, comissão técnica e jornalistas. É esta vida extraordinária que Adriano Rattmann, amigo e assessor de imprensa, conta na biografia.

Caio Júnior.
Caio Júnior teve seu sonho interrompido no voo da Chapecoense. Foto: Divulgação/ACF

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Lançamento de biografia de Caio Júnior será nesta quinta

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.